icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2014
12:02

No período da Copa o Vasco não parou. Foram três fases de treinos, a chegada de um grande reforço e ainda os bastidores que, como sempre, seguem agitados. A política influenciando nas decisões.

Confira o que aconteceu de mais importante nesses 30 dias.

12/6 - Após especulações que vinham desde o início do ano, as conversas para a negociação de Kléber com o Vasco avançaram, e o volante Fellipe Bastos seria incluído. No mesmo dia, a diretoria do Vasco entrou kits com camisas do Vasco para a delegação de Portugal.

13/6 - O delegado Maurício Luciano, da 17ª DP, resgata, em São Januário, documentos para dar continuidade às investigações do "Mensalão" do clube. No mesmo dia, o presidente Roberto Dinamite admitiu a necessidade de reforçar o elenco.

14/7 - Resolvidas as pendências do Grêmio com Kléber, o atacante acerta com o Vasco por empréstimo até o fim da temporada. O volante Fellipe Bastos foi incluído na negociação e o clube de São Januário tem de pagar metade do salário do jogador, de cerca de R$ 500 mil. A diretoria espera uma festa para apresentar o jogador.

15/7 - Já no final do dia, Kléber desembarca no Rio de Janeiro, é recebido por poucos vascaínos e não fala com a imprensa.

16/7 - Através do site oficial, o clube anuncia, finalmente, a contratação do atacante, que estava sem espaço no Tricolor Gaúcho. "Bem vindo à épica Colina", dizia a mensagem.

17/6 - Os jogadores iniciam os treinamentos em Pinheiral. A novidade foi a presença do lateral-direito Carlos César, que já havia sido apresentado. Após lesões, Guiñazú e Guilherme Biteco também fizeram atividades.

19/6 - Esperado por muitos vascaínos como candidato à presidência do Vasco, Fernando Horta era visto como principal adversário a Eurico Miranda. No entanto, naquela quinta-feira, ele anunciava que não iria concorrer. O motivo é o crescimento dos negócios em Portugal, que lhe tomam muito tempo. No mesmo dia, Kléber foi apresentado em São Januário e, de tarde, teve o primeiro contato com os novos companheiros, em Pinheiral (RJ). ALém disso, o contrato do atacante Reginaldo chega ao fim e não é renovado pela diretoria.

20/7 - Diretoria acerta com o goleiro Rafael Coppeti, até o final de 2015. Em Pinheiral, Kléber faz suas primeiras atividades, ainda apenas físicas, separado do grupo.

21/7 - Com três atividades em tempo integral, termina a semana de treinos em Pinheiral.

23/6 - Jogadores iniciam treinamentos no Rio de Janeiro, no Estádio Eustáquio Marques. O atacante Kleber participou das atividades física e técnica. O ídolo Edmundo monta grupo político para a eleição presidencial. Sem nome definido, o grupo conta ainda com nomes como Sérgio Cabral, Sérgio Cabral Filho, Jorge Salgado e José Carlos Osório.

3/7 - Após pedido na Justiça do candidato Nelson Rocha, a diretoria foi obrigada a disponibilizar a lista de sócios elegíveis e eleitores, sob pena de R$ 10 mil por hora. Mas a secretaria disponibilizou pouco depois.

4/7 - Começa a série de treinos em Atibaia e Adilson Batista já escala Kléber no time titular no treino tático.

5/7 - Em jogo-treino, Vasco vence o Atibaia por 2 a 0. Fabrício e Kléber marcam. Em seguida, o atacante foi elogiado pelo treinador.

8/7 - Disponibilizada na secretaria do clube, a lista de sócios eleitores do Vasco gera polêmia. Segundo membros da oposição, o documento teria nomes de "mensaleiros" e não contaria com sócios em dia com suas obrigações. Além disso, a diretoria acerta o pagamento de dois meses de salários que estavam atrasados. Para isso, utilizou um adiantamento de R$ 8 milhões da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro).

9/7 - O acordo firmado entre a diretoria do Vasco e Umbro gera polêmica entre membros da oposição. A fornecedora será responsável pelo uniforme do clube durante três anos e meio, o que comprometeria a próxima gestão.

10/7 - Eurico Miranda intermediou o acordo do Vasco com a Ferj pelo empréstimo de R$ 8 milhões. Em troca, aparecem nomes dos sócios conhecidos como "mensaleiros" na lista de votantes. O Cruz-Maltino venceu jogo-treino contra o Guarani por 2 a 1. André Rocha e Kléber fizeram os gols do time carioca, que foi elogiado pelo técnico Adilson Batista.

11/7 - O zagueiro Luan renova com o Vasco até 2017. O vínculo iria até a metade do ano que vem, mas foi prolongado por duas temporadas.

12/7 - No último treino em Atibaia, Adilson dá atenção para Dakson, que deve substituir o suspenso Douglas no jogo de terça-feira, contra o Santa Cruz.

13/7 - De volta ao Rio, Vasco treina finalizações em São Januário.