icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2014
12:43

O Los Angeles Lakers, enfim, tem um ténico. Depois de ficar dois meses sem ninguém no posto, após a demissão de Mike D'Antoni, a franquia anunciou, neste sábado, Byron Scott como o novo comandante da equipe. O contrato é de quatro anos e 17 milhões de dólares.

Scott chega após o Lakers fazer uma das piores temporadas de sua história. A equipe perdeu 55 partidas e ficou longe de se classificar para os playoffs. Porém, Scott também não vem de um bom retrospecto. Sua última equipe foi o Cleveland Cavaliers, onde ficou de 2010 até 2013 e teve a segunda pior porcentagem de vitórias na liga durante os três anos, com apenas 278 triunfos.

Além dos Cavs, Byron Scott treinou o New Jersey entre 2000 e 2004, chegando a duas finais (contra os Lakers, em 2002, e o San Antonio Spurs, em 2003) perdendo ambas, e o New Orleans Hornets entre 2004 e 2009, onde foi considerado o treinador do ano na temporada 2007-08.

Porém, um fato pode chamar a atenção dos torcedores do Lakers. Scott, em fim de carreira, encontrou um jovem, de 18 anos, que se tornaria um dos maiores da história do esporte da equipe, chegando a franquia. Ninguém menos do que Kobe Bryant. O astro da franquia considera o novo técnico um de seus mentores.