icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
06/02/2015
07:02

Discreto, mas com atuações regulares, o jovem Fernandes, aos poucos, garante espaço no concorrido elenco do Botafogo. Polivalente no meio de campo, pode atuar tanto como armador quanto como volante, assim como seu ídolo maior: o alemão Toni Kroos, do Real Madrid (ESP) e da seleção da Alemanha campeã do mundo.

Assim como o fã que possui em General Severiano, o atual camisa camisa 8 dos Merengues também cresceu aos poucos até se tornar um dos principais jogadores do futebol mundial. Coadjuvante, apesar de importante, Kroos pouco aparecia no esquadrão do Bayern de Munique (ALE). No Real Madrid, entretanto, se tornou a principal referência no meio de campo e brilha constantemente, apesar da presença de Cristiano Ronaldo.

Por sua vez, em outra realidade, Fernandes ajeitou o meio alvinegro e teve atuações destacadas ao entrar no segundo tempo das duas partidas que o Botafogo fez no Campeonato Carioca até agora. Contra o Volta Redonda, inclusive, fez um gol que foi mal anulado pelo auxiliar Wendel de Paiva Gouvêa.

Daqui a 15 dias, Fernandes faz 20 anos. Mas vive situação completamente diferente de Kroos com a mesma idade. A essa altura, o alemão disputava a primeira Copa, em 2010, após passagem destacada pelo Bayer Leverkusen (ALE).

– Fernandes é um belíssimo jogador. Entrou bem, mas não podemos jogar toda a carga em cima dele. Está aceitando toda a pressão – afirmou o técnico René Simões.

Agora, resta esperar a estrela alvinegra aflorar. Qualidade ele tem. Resta conquistar a titularidade.