icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
09:26

A eliminação não muda em nada a intenção da diretoria do Grêmio em permanecer com o técnico Renato Gaúcho. Mesmo com o 0 a 0 em casa contra o Atlético-PR, o presidente Fábio Koff afirmou que o ídolo estaria "aprovado" se a partida um teste fosse. O mandatário indicou que irá se reunir com o comandante gremista durante a viagem para Belo Horizonte, onde o Tricolor enfrentará o Cruzeiro, no domingo.

Uma primeira reunião entre departamento de futebol e empresário de Renato já aconteceu. Todas as partes saíram do encontro afirmando que faltava a presença de presidente Fábio Koff. Essa conversa deve ocorrer em Minas Gerais.

- Se hoje fosse um teste, o Renato sairia aprovado. Não muda o nosso pensamento (a desclassificação) - comentou Koff na zona mista da Arena.

O presidente gremista está preocupado com o planejamento para o próximo ano. Por isso, irá agilizar a conversa e as negociações para a permanência do treinador. É preciso definir em breve local e logística da pré-temporada, bem como férias dos atletas e outros detalhes necessários.

- O planejamento é para agora. Vamos ver se conversarmos quando a gente viajar para Belo Horizonte. Precisamos começar a tomar atitudes - destacou o presidente tricolor.

Renato Gaúcho levou o Grêmio à posição de destaque no Brasileirão e às semifinais da Copa do Brasil. Ainda assim, a vaga para a Libertadores já esteve mais próxima, pela queda de rendimento dos gaúchos, que não vencem uma partida há seis jogos e não marcam gols há cinco.