icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
10/07/2014
18:55

O Vasco venceu mais um jogo-treino durante o período de treinamentos em Atibaia, no interior de São Paulo. A atividade da tarde desta quinta-feira foi dividida em quatro tempos de 35 minutos. Os dois primeiros foram disputados pelos titulares, com vitória vascaína por 2 a 1 – André Rocha e Kléber, de pênalti, marcaram para o Cruz-Maltino, e Jorge Luiz descontou para o Bugre. Na atividade entre os reservas, Joãozinho, da equipe de Campinas, marcou o único gol.

O técnico Adilson Batista iniciou a atividade com o time que vem sendo trabalhado para enfrentar o Santa Cruz, no próximo dia 15, no retorno da Série B: Martín Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Guiñazú, Fabrício, Pedro Ken e Dakson; Kléber e Thalles. O desfalque é o meia Douglas, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e, por isso, Dakson vem treinando na equipe principal.

O Guarani, do técnico Evaristo Piza, que se prepara para a sequência da Série C do Brasileiro, iniciou com Pegoari, Samuel, Jorge Luiz, Tiago Bernardi e Bruno Ré; Simião, Thiago Carpini, Fumagalli e Cassinho; Leleco e Silas.

Mais organizado em campo, o Vasco foi a única equipe que conseguiu levar perigo na primeira etapa. Pedro Ken quase abriu o placar com um forte chute de fora da área, logo com dois minutos de jogo. Fabrício, jogando bem ofensivo, chegou na cara do gol e acertou a trave. Fabrício apareceu de novo, mas em um pequeno desentendimento com o atacante Leleco - tudo resolvido após a chegada da turma do deixa disso, liderada por Guiñazú.

Guiñazú controla os ânimos entre Fabrício, do Vasco, e Leleco, do Guarani (Foto: Guilherme Borini)

No segundo tempo, o zagueiro Rodrigo deixou a equipe sentindo dores no joelho para a entrada de Douglas Silva. O Vasco chegou a sofrer alguns sustos no início após desatenções da zaga, mas conseguiu abrir o placar com seis minutos. Thalles bateu forte, o goleiro rebateu para o meio da área e André Rocha apareceu para empurrar para o fundo do gol.

O Guarani equilibrou as ações e chegou ao empate. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Jorge Luiz subiu mais alto que a zaga vascaína e cabeceou sem chances para Martín Silva. Mas, nos minutos finais, Kléber, de pênalti, deu números finais ao primeiro jogo: 2 a 1.

O jogo-treino despertou a curiosidade de alguns hóspedes do hotel. A atividade contou com a presença de cerca de 50 pessoas no barranco improvisado de arquibancada, ao lado do gramado do resort de Atibaia. Mas a chuva e o frio que chegaram durante o jogo afastaram pelo menos metade dos espectadores antes do término.

Aproximadamente 50 pessoas assistiram ao jogo-treino do Vasco contra o Guarani, no hotel resort Bourbon, em Atibaia (Foto: Guilherme Borini)

COM GOLAÇO, GUARANI VENCE ATIVIDADE ENTRE OS RESERVAS

Na segunda parte da atividade, ambas as equipes utilizaram os reservas. O Vasco teve Diogo Silva, Carlos César, Anderson Salles, Rafael Vaz e Marlon; Aranda, Jhon Cley e Douglas; Montoya, Edmílson e Lucas Crispim.

Em uma forte dividida, Carlos César levou a pior e deixou o jogo sentindo dores. Adilson colocou Lorran improvisado no meio e deslocou Jhon Cley para a lateral. O meia Douglas teve a chance de tirar o zero do placar, mas desperdiçou um pênalti - bateu para fora.

Nos minutos finais, o atacante Joãozinho, do Guarani, protagonizou o lance mais bonito do jogo. Em um belo chute de fora da área, acertou o ângulo do goleiro Diogo Silva, que nada pôde fazer - 1 a 0 para o Bugre e placar final.

Torcedores mirins do Vasco também marcaram presença no jogo-treino (Foto: Guilherme Borini)