icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
14:15

O piloto finlandês Kimi Raikkonen da Lotus, acredita que sua última parada, quando faltavam dez voltas para o fim do GP da Alemanha, foi desnecessária e determinante para o resultado final da corrida. Isso porque, faltando 20 voltas pra o fim, Vettel e Grosjean fizeram suas últimas paradas, então Raikkonen se tornou líder momentaneamente, até parar por conta da troca de pneus.

- Eu poderia ter ido mais longe, mas estávamos em dúvida se deveria ter ido até o fim. O que aconteceu foi que tivemos um problema grande com o rádio: eu ouvia o time, mas eles não me ouviam. Eu me pergunto se deveria ter seguido direto, uma vez que os pneus ainda estavam bons – afirmou o Homem de Gelo.

Com o resultado, Raikkonen manteve o terceiro lugar na classificação geral de pilotos com 116 pontos. A Lotus é a quarta melhor equipe nos construtores com 157 pontos.

O piloto finlandês Kimi Raikkonen da Lotus, acredita que sua última parada, quando faltavam dez voltas para o fim do GP da Alemanha, foi desnecessária e determinante para o resultado final da corrida. Isso porque, faltando 20 voltas pra o fim, Vettel e Grosjean fizeram suas últimas paradas, então Raikkonen se tornou líder momentaneamente, até parar por conta da troca de pneus.

- Eu poderia ter ido mais longe, mas estávamos em dúvida se deveria ter ido até o fim. O que aconteceu foi que tivemos um problema grande com o rádio: eu ouvia o time, mas eles não me ouviam. Eu me pergunto se deveria ter seguido direto, uma vez que os pneus ainda estavam bons – afirmou o Homem de Gelo.

Com o resultado, Raikkonen manteve o terceiro lugar na classificação geral de pilotos com 116 pontos. A Lotus é a quarta melhor equipe nos construtores com 157 pontos.