icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
08:10

Sempre comedido nas palavras, Alan Kardec mudou o tom e já admite que as conversas por sua renovação de contrato com o Palmeiras estão evoluindo.

O centroavante tem seus direitos econômicos vinculados ao Benfica (POR) e está emprestado ao Verdão até o fim de junho. O Alviverde tem até o último dia de maio para exercer a preferência na negociação. A forma de pagamento de 4 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões) já está acertada entre os clubes. O próximo passo é o Palmeiras fechar novos salários com o jogador e, aí sim, desembolsar as cifras.

- Que eu saiba está andando. Existe um preço fixado de compra, mas eu trato as coisas com muita cautela. Eu sempre deixei clara a minha vontade de ficar no Palmeiras e espero que as coisas aconteçam dessa maneira - disse o atacante.

O camisa 14 já se mostrou aberto a um acordo por produtividade, filosofia adotada pelo presidente Paulo Nobre desde 2013, e não coloca seu reajusta salarial como empecilho para ele seguir no clube. O desejo da diretoria é tê-lo por mais quatro anos, no mínimo.

- A valorização é um processo natural no futebol, mas pelo o que depender de mim não haverá grande problema para resolver isso - conclui Kardec.

Mesmo mais precavido no discurso, o diretor-executivo José Carlos Brunoro também aposta na contratação em definitivo do jogador.

- Nós estamos fazendo as coisas dentro do que podemos. No tempo certo elas vão acontecer.