icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
11/04/2014
12:26

O atacante Alan Kardec quer estar presente na reunião que pode definir seu futuro no Palmeiras, prevista para segunda-feira. O pai e agente do goleador, que também se chama Alan Kardec e mora em Barra Mansa-RJ, planeja viajar a São Paulo no fim de semana para que o encontro seja presencial, e não mais por telefone como nos últimos dias. O representante do clube na conversa com a dupla pode ser o presidente Paulo Nobre.

- A gente planejava fazer uma reunião hoje (sexta-feira), mas acabou não acontecendo. Estou vendo de ir para São Paulo mesmo. Pode ter coisa nova no fim de semana, mas se for para definir, será a partir de segunda - disse Alan Kardec, o pai, ao LANCE!Net.

A diretoria alviverde já concluiu dois dos três passos fundamentais das tratativas: acertou a forma de pagamento dos 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) com o Benfica, clube português que detém os direitos econômicos do atleta, e definiu com ele que o novo vínculo seria por cinco temporadas. O que tem impedido o final feliz, por enquanto, é o novo salário.

Kardec aceita ganhar por produtividade, mas o valor oferecido ainda não agradou. Os representantes do jogador recusaram ao menos duas propostas antes de o Palmeiras sinalizar que atenderia a todas as exigências, o que animou o jogador. No entanto, a última oferta apresentada seguiu abaixo das pretensões.

Após dar o acordo como certo, o pai do artilheiro reclamou publicamente da situação e disse que poderia pensar em outras possibilidades para o filho, inclusive no Brasil. Afirmou ainda que um clube ofereceu R$ 80 mil mensais a mais para o jogador em relação à proposta alviverde, mas prometeu esgotar as possibilidades com o clube paulista antes de sentar com concorrentes.

Kardec está emprestado pelo Benfica até 30 de junho, mas o Palmeiras tem até 31 de maio para exercer sua prioridade de compra.