icons.title signature.placeholder Enrico Bruno
31/07/2014
13:05

Antes de Ronaldinho conceder sua coletiva de despedida na Cidade do Galo, o presidente Alexandre Kalil foi aos microfones por cerca de cinco minutos apenas para se desculpar com os sócios-torcedores e esclarecer o acontecido da semana passada. Horas depois da conquista da Recopa, no Mineirão, o homem forte do Galo criticou duramente os sócios do Galo na Veia, categoria mais cara de associados do Atlético-MG. Na final contra o Lanús, Kalil diz ter sido agredido verbalmente por alguns torcedores que se queixavam do local destinado à eles no Gigante da Pampulha. Na ocasião, o presidente chegou a cogitar o fim do Galo na Veia, chegando a dizer ainda que não precisaria dos cerca de dois mil torcedores que pagam pelo programa.

- Confesso que eu não fui feliz, mas também não dou o direito àqueles 10 ou 15 de me agredirem diante dos meus filhos e da minha família. Não mereço ser tratado assim. Não porque ganhei isso ou aquilo, mas porque dediquei seis anos da minha vida a este clube com muito carinho. Sou humano e não gosto de ser desrespeitado. Fui profundamente desrespeitado por nada, por uma bobagem - disse Kalil, ainda mostrando descontentamento com os poucos torcedores que questionaram o presidente.

MAIS:
> Bernard relembra parceria e agradece R10: gênio
> Tardelli cita último papo com Ronaldinho no CT

- Não desculpo àqueles que me agrediram com virulência, mas peço desculpas aos outros 2.490 sócios do Atlético, nós precisamos deles sim e muito. Como sempre, fui estabanado e acabou sobrando para todo mundo - frisou.

Assim que foi colocado à disposição do torcedor, o Galo na Veia Black esgotou-se rapidamente na mão dos atleticanos. A boa campanha na Libertadores de 2013 levou o clube a contar com 5.400 sócios apenas nessa categoria. Mais recentemente, a diretoria do Atlético-MG entendeu por melhor aumentar o preço do programa, o que gerou uma queda para cerca de 2.500 sócios. Atualmente, os torcedores do 'GNV Black' pagam uma mensalidade de R$333 ou uma só parcela à vista de R$2700.