icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
17:12

Falando em teleconferência, o meia Kaká explicou os motivos que o levaram a acertar com o Orlando City. O brasileiro deixou claro que não se tratou de uma escolha econômica, e que o desafio de ajudar no desenvolvimento do futebol nos Estados Unidos o motivou.

- A decisão de vir para Orlando não esteve baseada apenas em dinheiro. Porque haviam propostas econômicas melhores. Poderia ter ficado mais um ano no Milan, onde ainda tinha contrato, ou então ir para a Ásia ou para o Brasil. Após a minha ida para o New York Red Bulls ter fracassado, a proposta do Orlando me pareceu boa. Me agrada a ideia de poder dar uma mão no desenvolvimento do futebol nos Estados Unidos. Não venho para me aposentar, não sou velhor e posso dar uma grande contribuição - disse Kaká.

O meia falou também sobre a decisão de deixar o Milan antes do fim de seu contrato. Kaká disse que pensava que esta seria uma decisão mais correta, ao invés de deixar o clube italiano no meio da temporada no fim do ano.

- Havia a possibilidade de ficar, mas não queria ir embora depois de seis meses, com o campeonato em andamento. Profissionalmente isso não me parecia correto. As coisas começaram a sair quando acertei a minha ida ao São Paulo, time onde cresci - explicou.

Como a franquia do Orlando City só entrará na disputa da Major League Soccer (MLS) a partir do ano que vem, Kaká passará os próximos seis meses defendendo o São Paulo por empréstimo.