icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2014
17:02

Na busca dos 45 pontos que livram o time do rebaixamento, o Vitória recebe o São Paulo no Barradão, neste domingo, e espera contar com o fator mandante para sair de campo com os três pontos.

O zagueiro Kadu reconhece a dificuldade da partida, mas lembra que o adversário estará cansado - o São Paulo disputou a Sul-Americana nesta quarta-feira - e pede raça aos companheiros de equipe para conquistar os três pontos, além de convocar a torcida rubro-negra.

- É uma vantagem para nós esse desgaste físico grande deles por conta da viagem e do jogo em si. O São Paulo, junto com o Cruzeiro, é a equipe que está jogando um futebol bonito, de toque de bola, pela qualidade dos seus jogadores. Estamos numa situação muito delicada e não podemos deixar passar essa oportunidade de pontuar em casa. Agora tem que ser na raça e na base da superação. A torcida será o nosso diferencial nesses últimos jogos. Temos que fazer do Barradão um verdadeiro caldeirão.

Depois do confronto com o Tricolor paulista, o Leão tem pela frente adversários diretos na luta contra o rebaixamento. Para Kadu, essa sequência de resultados será determinante para o futuro do Vitória na Série A, mas o zagueiro se mostra confiante na permanência do Leão an elite do futebol brasileiro.

- Não podemos dar chance para o azar. Só dependemos das nossas forças. Teremos uma sequência de jogos contra concorrentes diretos e esse desempenho vai definir quem disputará a segunda divisão no próximo ano. O nosso elenco é forte e temos jogadores de qualidade. O professor Ney (Franco) conhece bem cada um de nós e temos tudo para alcançar o nosso objetivo.

Vitória e São Paulo entram em campo neste domingo, às 17h da tarde, em duelo válido pela 33ª rodada. O Leão é o 16º colocado, com 34 pontos somados, enquanto o São Paulo ocupa a vice-liderança, com 59 pontos somados.