icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
03/12/2013
08:01

Mais um período de negociações com o exterior se aproxima e novamente há incerteza se Luis Fabiano irá continuar ou não no São Paulo. O atacante não garante que fica e nem o presidente do clube. Perguntado, Juvenal Juvêncio disse que deseja mantê-lo, mas que não irá segurá-lo em caso de uma boa proposta:

- Eu não pretendo vendê-lo. Entendo que o Luis Fabiano é um grande jogador. Se ele não está bem nesse ou naquele momento é uma outra coisa. Eu não pretendo vendê-lo, mas essa coisa de não vender no futebol é uma bobagem. Amanhã se aparecer uma proposta importante ele vai também como os outros. Como o Kaká foi vendido, como o Neymar foi vendido.

- O futebol é assim, as emoções migram. Não existe mais no futebol a coisa de não é factível à venda. É sim. De todo e qualquer jogar do mundo da bola - afirmou Juvenal.

No meio da temporada, o Fabuloso se irritou com uma declaração parecida com a do presidente. Após a eliminação do São Paulo na Libertadores, Juvêncio afirmou que o atacante poderia sair em caso de proposta interessante.

Galatasaray (TUR) e Olympiakos (GRE) demonstraram interesse, mas não chegaram no valor de 6 milhões de euros pretendidos pelo Tricolor na época. Hoje, o clube venderia por um preço inferior.

Luis Fabiano foi reserva em três dos últimos quatro jogos que esteve à disposição. Ele é o artilheiro do time na temporada, ao lado de Aloísio, com 22 gols.