icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
19:26

Depois de ser preso pela quarta vez, a segunda em 2014, o filho de Pelé e auxiliar técnico do Santos, Edinho, conseguiu o Habeas Corpus para deixar a cadeia nesta quarta-feira. Até às 19h, ele ainda não havia deixado a prisão anexa ao 5º DP de Santos pois o pedido de soltura tinha acabado de ser obtido.

A prisão aconteceu na terça-feira, no Fórum de Praia Grande, logo após o ex-goleiro assinar um documento que é obrigado a dar baixa todo mês, pois respondia à acusação de tráfico de drogas em liberdade. Após a assinatura, ele recebeu voz de prisão devido a uma ordem que tinha sido expedida no próprio dia.

Segundo seu advogado Eugênio Malavasi, o funcionário do Peixe terá vida normal daqui para frente e seguirá livre, respondendo à acusação.

No último dia 31 de maio, Edinho foi condenado a a 33 anos de prisão por crime de lavagem de dinheiro, proveniente do tráfico de drogas. Em 2005, o filho mais velho de Pelé foi preso duas vezes, acusado de envolvimento com tráfico de drogas.