icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2014
20:36

A Justiça americana aprovou nesta segunda-feira a continuidade da venda do Los Angeles Clippers para o ex-chefe-executivo da Microsoft, Steve Ballmer. A negociação gira em torno de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 4,45 bilhões). A decisão foi tomada pelo juiz Michael Levanas, da Corte da Califórnia.

Levanas tomou a decisão após três semanas de disputa entre Donald Sterling, banido pela NBA por conta de atitudes racistas, e sua ex-esposa. Foi ela quem fechou o acordo com Ballmer. Sterling tem 15 dias para apelar da decisão. Mesmo assim, a negociação da franquia pode prosseguir durante esse período.

O atual dono do Clippers questiona na justiça a legitimidade de sua ex-esposa em negociar o Clippers.

Em abril, foram reveladas conversas de Sterling com uma namorada, na qual ele tomava atitudes racistas. A atitude não foi bem aceita no mundo esportivo e o comissário da NBA, Adam Silver, decidiu bani-lo do esporte pelo resto da vida. Ele ainda foi obrigado a negociar a franquia.