icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/04/2014
09:34

Mesmo após a aposentadoria, a ligação de Juninho com o Vasco não terminou. O Reizinho tornou-se padrinho de um projeto social chamado "Enquanto houver um coração infantil", que visa a auxiliar pequenos vascaínos por todo o país a terem um melhor rendimento escolar e também aproximá-los do clube, com a distribuição de materiais escolares e produtos do Cruz-Maltino.

A ação social, que já atendeu mais de 100 torcedores, foi criada em 2010 por José Alves Peixoto Júnior e Ângela Diniz e começou no município de Taperoá, no sertão da Paraíba.

Juninho recebeu os idealizadores do projeto em casa e fez questão que as filhas acompanhassem o encontro para mostrar a realidade de muitas crianças no Brasil.

E MAIS
- Lesão de Rodrigo dá espaço para Vaz 'esquecer o passado' no Vasco

L!TV:
> Rafael Vaz já sabe o que fazer para dar a volta por cima

– O projeto me chamou atenção por ser ligado à educação e ser no Nordeste, incentivando as crianças a estudarem mais. A minha história é um pouco parecida e acho que a educação que recebi fez toda diferença na minha carreira – disse Juninho Pernambucano.

O Reizinho demonstrou animação com as estatísticas da cidade de Taperoá e fez ainda projeções breves sobre o projeto.

– Dos 64 alunos, somente duas reprovações, o que é menos de 5% do total. A expectativa para esse ano é de que de triplique o número de alunos participando.

Este ano, Patos, na Paraíba, e Mossoró, no Rio Grande do Norte, farão parte do projeto, que atenderá, no mínimo, 150 crianças.