icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
22:45

O adeus de Juninho parece estar cada vez mais próximo. Pelo menos para este ano, é praticamente certo. Aos sete minutos de jogo contra o Santos, neste domingo, no Maracanã, o ídolo cobrou uma falta da esquerda e já caiu com muitas dores na região posterior da coxa direita, próximo ao púbis. Ele ainda fará um exame para diagnosticar a lesão nesta terça-feira, mas, bastante abatido, já admitiu ser bem provável que a partida contra o Peixe tenha sido o último dele este ano e, possivelmente até da carreira:

– Pode (ter sido o último jogo da carreira). Vamos fazer o exame terça-feira e veremos a gravidade. Veremos, então, até que ponto eu vou ter força para me recuperar, mas é uma coisa indefinida – afirmou o Reizinho.

O médico do Vasco, Clóvis Muñoz explicou a lesão do atleta e já descartou a utilização do meia para este fim de temporada:

– A chance é praticamente zero de voltar, de ficar a disposição esse ano – disse o médico, esclarecendo ainda que o problema não tem ligação com a lesão crônica que Juninho tem no púbis.

Juninho desaba no chão e sai chorando de campo

– Não tem nada a ver com o incômodo no púbis que ele teve em Macaé. Sentiu pontada forte no adutor, na parte superior da coxa direita e pelo primeiro exame parece ter sido grave – completou Clóvis.

Juninho vai aguardar pelo resultados dos exames, mas pela dor que sentiu, também acredita que, para este ano, não deverá voltar:

– Acho que foi grave, pois senti um estalo forte. Mesmo já tendo uma lesão ali (na verdade, no púbis) há muito tempo, foi forte. Este ano, eu acho que já deu.

O Reizinho voltou à equipe no segundo semestre deste ano, após passar um período no futebol dos Estados Unidos. Desde então, tem liderado o time na luta contra as últimas posições do Brasileirão.

– O sofrimento vem sendo grande desde o início e faz muitas rodadas que nós não saíamos. Agora conseguimos, e isso é bom para re-cuperarmos o ânimo – ressaltou o meia, na saída do Maracanã.