icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
15:59

Herói palmeirense na vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa nesta quinta-feira, quando o Verdão garantiu a classificação antecipada às quartas de final do Paulista, Juninho não se empolga com o bom momento que vive no clube. Com três gols em 2014, o lateral-esquerdo só é superado no ranking de goleadores por Valdivia (quatro) e Alan Kardec (seis).

- Existe o céu e o inferno, e nós não podemos estar em nenhum dos dois, mas no meio. Nós fomos campeões da Copa do Brasil em 2012, o Palmeiras não ganhava um título de expressão fazia tempo, o Campeonato Brasileiro foi passando, e as coisas não aconteceram como queríamos (time foi rebaixado). Tenho certeza que pelo menos na minha vida isso não vai se repetir. Espero passar isso para os novos companheiros para isso não se repetir aqui no Palmeiras.

Contratado no início de 2012, Juninho até teve boas atuações no início daquele ano, mas depois sucumbiu junto com a equipe e foi perseguido por torcedores com a queda no torneio nacional.

- Eu aprendi bastante nesses dois anos que estou no Palmeiras. O Kleina e a comissão me dão muita confiança e liberdade para jogar. O elenco é maravilhoso e tudo tende a crescer dentro de campo. Fico muito feliz de iniciar o ano fazendo gols. Espero manter esse aprendizado dos últimos dois anos.

No próximo domingo, o Palmeiras encara o Paulista em São José do Rio Preto (SP), por decisão do clube de Jundiaí, mandante neste embate do Estadual.