icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2014
22:12

Que drama vive o Palmeiras. O risco de ser rebaixado pela terceira vez consecutiva cresce em pleno centenário e a situação está dramática para o Verdão. Na noite deste domingo, nova derrota, desta vez para o Coritiba, por 2 a 0. Titular no jogo, Juninho ainda não jogou a toalha e pediu para o elenco esfriar a cabeça:

- A gente acreditava muito nessa vitória, mas não aconteceu. Tem que esfriar, porque ainda não acabou. Temos que avaliar o que aconteceu e recuperar rápido para buscar a reação sábado.

Sábado. Mais uma dura missão para o Palmeiras. O time que quase venceu o campeão Cruzeiro em pleno Mineirão terá que fazer o que pouco fez na temporada de 2014: vencer. E para piorar, vencer fora de casa. Foram apenas quatro longe de São Paulo. A próxima rodada, para o azar do time alviverde, marca uma partida no estádio do Beira-Rio e o time de Juninho tem que derrotar o Internacional e ainda torcer para derrotas de seus concorrentes diretos.

O lateral-esquerdo já vislumbra o confronto e reconhece que não será uma partida fácil:

- A gente tem um jogo mais difícil que esse contra o Internacional. Eles estão brigando por Libertadores.

A situação é dramática, mas o Palmeiras buscou essa situação. Pontos que estavam nas mãos e escorreram entre os dedos, como contra Figueirense, Cruzeiro e Corinthians. Vitórias ditas fáceis tornaram-se complicadas ou viraram empates,  como contra o Bahia, ainda no primeiro turno.

O ano do Verdão foi desastroso, mas ainda pode ter um final feliz. Para alcançar isso, o time deve passar pelo time do Inter, às 19h30 do próximo sábado.