icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2013
14:01

A contratação de jogadores experientes e mais velhos normalmente vem acompanhada da preocupação com o desgaste físico deles. Mas, no caso de Juninho, essa temor dá lugar ao exemplo que ele passa para os que estão começando a carreira, ao conseguir manter a forma mesmo aos 38 anos, como garante o preparador físico do Vasco, Celso de Rezende.

- É um espelho. E é nesse tipo de comportamento que eles devem se inspirar. Não só o Juninho, como o próprio Guiñazu, são atletas que chegaram até aqui jogando um grande futebol e se cuidaram durante toda a carreira - disse o preparador à Rádio Brasil.

Celso falou ainda que a forma física do volante, recém-contratado junto ao Libertad (PAR), não preocupa a comissão técnica vascaína, já que o argentino vinha treinando normalmente em seu ex-clube.

- Ele fez uma pré-temporada no Libertad e as avaliações quais foi submetido apresentaram resultados excelentes. É lógico que falta ao jogador fazer com o grupo trabalhos técnico e tático. Fisicamente é um atleta que não nos preocupa de maneira alguma.

O preparador elogiou também a forma do lateral-direito Fagner, que, após um ano no Wolfsburg (ALE), vai ficar no banco de reservas neste sábado, contra o Criciúma.

- No mesmo caso do Guiñazu, o que existe de necessidade é o trabalho em conjunto, para adquirir um entrosamento melhor. Ele já estava participando dos jogos da pré-temporada, na Alemanha. Fisicamente, é um atleta que está dentro daquilo que nós consideramos ideal - disse.

A contratação de jogadores experientes e mais velhos normalmente vem acompanhada da preocupação com o desgaste físico deles. Mas, no caso de Juninho, essa temor dá lugar ao exemplo que ele passa para os que estão começando a carreira, ao conseguir manter a forma mesmo aos 38 anos, como garante o preparador físico do Vasco, Celso de Rezende.

- É um espelho. E é nesse tipo de comportamento que eles devem se inspirar. Não só o Juninho, como o próprio Guiñazu, são atletas que chegaram até aqui jogando um grande futebol e se cuidaram durante toda a carreira - disse o preparador à Rádio Brasil.

Celso falou ainda que a forma física do volante, recém-contratado junto ao Libertad (PAR), não preocupa a comissão técnica vascaína, já que o argentino vinha treinando normalmente em seu ex-clube.

- Ele fez uma pré-temporada no Libertad e as avaliações quais foi submetido apresentaram resultados excelentes. É lógico que falta ao jogador fazer com o grupo trabalhos técnico e tático. Fisicamente é um atleta que não nos preocupa de maneira alguma.

O preparador elogiou também a forma do lateral-direito Fagner, que, após um ano no Wolfsburg (ALE), vai ficar no banco de reservas neste sábado, contra o Criciúma.

- No mesmo caso do Guiñazu, o que existe de necessidade é o trabalho em conjunto, para adquirir um entrosamento melhor. Ele já estava participando dos jogos da pré-temporada, na Alemanha. Fisicamente, é um atleta que está dentro daquilo que nós consideramos ideal - disse.