icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Rodrigo Vessoni e Thiago Salata
icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Rodrigo Vessoni e Thiago Salata
01/07/2013
12:30

Julio Cesar e Casillas passaram cerca de dez minutos conversando no vestiário do Brasil após a conquista da Seleção na noite de domingo. O goleiro espanhol foi cumprimentar o brasileiro, que vê semelhanças no momento dos dois. Julio ficou em baixa após saída conturbada da Inter (ITA), enquanto que Casillas teve problemas no Real Madrid (ESP) com o técnico José Mourinho.

- Respeito muito o Casillas. A gente jogou uma final juntos, ele passou por dificuldades também. É uma superação dos dois - disse Julio Cesar.

- Ele foi ao vestiário nosso para falar, fiquei até surpreso. Nós batemos um papo de dez minutos, nem conhecia ele, não tinha jogado contra. Foi um prazer enorme, desejei toda sorte para ele no futuro - completou.

Julio Cesar era um dos mais eufóricos com a conquista do Brasil. Vilão na eliminação da Copa do Mundo de 2010, o goleiro é uma das apostas de Luiz Felipe Scolari para 2014. Vem dando certo.

- Foi motivo de muito orgulho. Eu vivi situações muito difíceis, mas nunca deixei de acreditar no meu trabalho, nunca desconfiei do meu talento. Minha saída da Inter foi conturbada, fui jogar num time que pouca gente conhecia - disse Julio, que deve deixar o QPR (ING) neste segundo semestre.

- O grupo hoje acredita mais, o torcedor pode acreditar mais na gente. A torcida está com esperança para a gente jogar a Copa do Mundo, que é o maior sonho. Foi ótimo. Ganhar um título com a Seleção no Maracanã é inexplicável - afirmou.

Julio Cesar e Casillas passaram cerca de dez minutos conversando no vestiário do Brasil após a conquista da Seleção na noite de domingo. O goleiro espanhol foi cumprimentar o brasileiro, que vê semelhanças no momento dos dois. Julio ficou em baixa após saída conturbada da Inter (ITA), enquanto que Casillas teve problemas no Real Madrid (ESP) com o técnico José Mourinho.

- Respeito muito o Casillas. A gente jogou uma final juntos, ele passou por dificuldades também. É uma superação dos dois - disse Julio Cesar.

- Ele foi ao vestiário nosso para falar, fiquei até surpreso. Nós batemos um papo de dez minutos, nem conhecia ele, não tinha jogado contra. Foi um prazer enorme, desejei toda sorte para ele no futuro - completou.

Julio Cesar era um dos mais eufóricos com a conquista do Brasil. Vilão na eliminação da Copa do Mundo de 2010, o goleiro é uma das apostas de Luiz Felipe Scolari para 2014. Vem dando certo.

- Foi motivo de muito orgulho. Eu vivi situações muito difíceis, mas nunca deixei de acreditar no meu trabalho, nunca desconfiei do meu talento. Minha saída da Inter foi conturbada, fui jogar num time que pouca gente conhecia - disse Julio, que deve deixar o QPR (ING) neste segundo semestre.

- O grupo hoje acredita mais, o torcedor pode acreditar mais na gente. A torcida está com esperança para a gente jogar a Copa do Mundo, que é o maior sonho. Foi ótimo. Ganhar um título com a Seleção no Maracanã é inexplicável - afirmou.