icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2013
10:05

Na opinião do lateral-esquerdo Julio Cesar, o drible aplicado por Paulo Henrique Ganso sobre ele, ao passar a bola por baixo da suas pernas, no empate em 1 a 1 entre São Paulo e Botafogo, no último domingo, no Morumbi, ganhou uma proporção maior do que merecia. Segundo ele, este tipo de jogada é normal no futebol e não merece tanto destaque na mídia.

- É normal, achei um pouco estranho a repercussão que teve a jogada. Se formos ver, no Brasileirão em quase todos os jogos tem uma caneta, mas por ser o Ganso e porque todos quererem vê-lo na Seleção Brasileira, valorizaram demais - disse Julio, elogiando a qualidade do adversário:

- É um grande jogador. Só toma "caneta" quem está ali dentro. Já dei bastante e agora tomei (risos). Foi muito rápido, uma grande jogada dele, era a única solução que tinha e deu certo porque é um grande jogador.

No lance, o meia são-paulino entrou na área driblando (Julio foi o último) antes da finalização. A bola tocou na trave e correu na linha antes de ser cortada por Dória, que a colocou pela linha de fundo.

Gênio! Ganso faz a festa na zaga do Botafogo e quase marca