icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
21:08

O São Paulo passa por um momento conturbado, está na zona de rebaixamento com dois jogos a mais no torneio nacional, e se vê longe do Brasil em busca de ares de renovação e força para se recuperar. Sem vencer há doze jogos (recorde negativo na história do clube), o Tricolor encara o time que é a sensação do futebol mundial, o Bayern de Munique (ALE), nesta quarta-feira, às 15h30 (horário de Brasília), na Allianz Arena, em jogo válido pela Copa Audi.

Antes de ir para Alemanha, o clube do Morumbi conquistou o seu primeiro ponto no mês, acabando com a sequência de derrotas. Por conta disso, o time tenta melhorar o seu aproveitamento e também busca a sua única vitória em julho. Uma derrota deixa o Tricolor com quase 4% dos pontos possíves no mês. Um empate eleva para 7,4% e, se vencer, vai para 15%. Números baixos para os 77 anos de vida do clube tricampeão mundial.

E se o clube está à procura da primeira vitória no mês, a tarefa é bastante ingrata. O Bayern de Munique (ALE) conquistou a tríplice coroa (Bundesliga, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões da Europa) e conta com o técnico Pep Guardiola, multicampeão pelo Barcelona (ESP).

Para o jogo diante do São Paulo, o técnico espanhol terá a volta do goleiro Manuel Neuer. O camisa 1 ficou fora da decisão da  Supercopa da Alemanha, na última semana. Na ocasião, o Borussia Dortmund venceu por 4 a 2 e faturou o troféu. Esse foi o primeiro jogo oficial do técnico à frente dos Bávaros, que começou com o pé esquerdo.

Contudo, no meio-campo, o treinador ainda faz mistério. Ribery ficou fora da última partida por conta de uma leve lesão, enquanto Schweinsteiger ainda apresenta um déficit físico pelo tempo fora.

– O Schweinsteiger é incrível, tem responsabilidade e ama o Bayern. Ele ainda não chegou aos 100% e ainda precisa de tempo para recuperar. Até os médicos me disseram isso. O Thiago também tem um pequeno problema, mas acho que eles podem jogar amanhã (hoje). Isso é importante. Todos estarem em campo – declarou o treinador, durante entrevista coletiva.

O alemão Götze estará à disposição somente a partir de sexta. Já Luiz Gustavo e Dante, que foram campeões na Copa das Confederações pelo escrete canarinho, não estão no auge físico, pois retornaram recentemente de férias. Mesmo assim, Guardiola quer utilizá-los.

– Os jogadores (Dante e Luiz) estão prontos, não sei quantos minutos, mas eles estão bem –  completou o técnico espanhol Guardiola.

Pelo lado do São Paulo, o técnico Paulo Autuori não poderá contar com Carleto, Clemente Rodríguez, Denilson e Luis Fabiano, que seguem machucados e sequer viajaram com o restante do grupo para os compromissos no exterior. Com isso, o treinador deve manter a mesma equipe que empatou com o Corinthians, na última rodada do Brasileirão, só optando por Aloísio no lugar de Ademilson.

Cauteloso, o Tricolor deve adotar o esquema tático com três volantes. Com isso, o meia Paulo Henrique Ganso segue como opção para o decorrer da partida. O goleiro Rogério Ceni retorna à Alemanha após ter disputado a Copa do Mundo de 2006, sob comando de Parreira.

Em má fase, o São Paulo tem a oportunidade de dar a volta por cima justamente contra o time que é um dos mais temidos do mundo e fazer jus à alcunha de Soberano e ao status de tricampeão Mundial.

FICHA TÉCNICA:
BAYERN DE MUNIQUE (ALE) X SÃO PAULO

LOCAL: Allianz Arena, em Munique (ALE)
DATA/HORÁRIO: 31/7/2013, às 15h30 (horário de Brasília)
ÁRBITRO: Deniz Aytekin (ALE)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Shaqiri (Schweinsteiger), Kroos, Thiago Alcântara (Ribery); Robben, Müller e Mandzukic. Técnico: Pep Guardiola.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rafael Toloi, Paulo Miranda e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Rodrigo Caio e Jadson; Osvaldo e Aloísio. Técnico: Paulo Autuori.


O São Paulo passa por um momento conturbado, está na zona de rebaixamento com dois jogos a mais no torneio nacional, e se vê longe do Brasil em busca de ares de renovação e força para se recuperar. Sem vencer há doze jogos (recorde negativo na história do clube), o Tricolor encara o time que é a sensação do futebol mundial, o Bayern de Munique (ALE), nesta quarta-feira, às 15h30 (horário de Brasília), na Allianz Arena, em jogo válido pela Copa Audi.

Antes de ir para Alemanha, o clube do Morumbi conquistou o seu primeiro ponto no mês, acabando com a sequência de derrotas. Por conta disso, o time tenta melhorar o seu aproveitamento e também busca a sua única vitória em julho. Uma derrota deixa o Tricolor com quase 4% dos pontos possíves no mês. Um empate eleva para 7,4% e, se vencer, vai para 15%. Números baixos para os 77 anos de vida do clube tricampeão mundial.

E se o clube está à procura da primeira vitória no mês, a tarefa é bastante ingrata. O Bayern de Munique (ALE) conquistou a tríplice coroa (Bundesliga, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões da Europa) e conta com o técnico Pep Guardiola, multicampeão pelo Barcelona (ESP).

Para o jogo diante do São Paulo, o técnico espanhol terá a volta do goleiro Manuel Neuer. O camisa 1 ficou fora da decisão da  Supercopa da Alemanha, na última semana. Na ocasião, o Borussia Dortmund venceu por 4 a 2 e faturou o troféu. Esse foi o primeiro jogo oficial do técnico à frente dos Bávaros, que começou com o pé esquerdo.

Contudo, no meio-campo, o treinador ainda faz mistério. Ribery ficou fora da última partida por conta de uma leve lesão, enquanto Schweinsteiger ainda apresenta um déficit físico pelo tempo fora.

– O Schweinsteiger é incrível, tem responsabilidade e ama o Bayern. Ele ainda não chegou aos 100% e ainda precisa de tempo para recuperar. Até os médicos me disseram isso. O Thiago também tem um pequeno problema, mas acho que eles podem jogar amanhã (hoje). Isso é importante. Todos estarem em campo – declarou o treinador, durante entrevista coletiva.

O alemão Götze estará à disposição somente a partir de sexta. Já Luiz Gustavo e Dante, que foram campeões na Copa das Confederações pelo escrete canarinho, não estão no auge físico, pois retornaram recentemente de férias. Mesmo assim, Guardiola quer utilizá-los.

– Os jogadores (Dante e Luiz) estão prontos, não sei quantos minutos, mas eles estão bem –  completou o técnico espanhol Guardiola.

Pelo lado do São Paulo, o técnico Paulo Autuori não poderá contar com Carleto, Clemente Rodríguez, Denilson e Luis Fabiano, que seguem machucados e sequer viajaram com o restante do grupo para os compromissos no exterior. Com isso, o treinador deve manter a mesma equipe que empatou com o Corinthians, na última rodada do Brasileirão, só optando por Aloísio no lugar de Ademilson.

Cauteloso, o Tricolor deve adotar o esquema tático com três volantes. Com isso, o meia Paulo Henrique Ganso segue como opção para o decorrer da partida. O goleiro Rogério Ceni retorna à Alemanha após ter disputado a Copa do Mundo de 2006, sob comando de Parreira.

Em má fase, o São Paulo tem a oportunidade de dar a volta por cima justamente contra o time que é um dos mais temidos do mundo e fazer jus à alcunha de Soberano e ao status de tricampeão Mundial.

FICHA TÉCNICA:
BAYERN DE MUNIQUE (ALE) X SÃO PAULO

LOCAL: Allianz Arena, em Munique (ALE)
DATA/HORÁRIO: 31/7/2013, às 15h30 (horário de Brasília)
ÁRBITRO: Deniz Aytekin (ALE)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Shaqiri (Schweinsteiger), Kroos, Thiago Alcântara (Ribery); Robben, Müller e Mandzukic. Técnico: Pep Guardiola.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rafael Toloi, Paulo Miranda e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Rodrigo Caio e Jadson; Osvaldo e Aloísio. Técnico: Paulo Autuori.