icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/12/2013
16:45

Marcado para acontecer nesta segunda-feira, o julgamento do Cruzeiro, por conta das brigas entre os membros da Máfia Azul e Pavilhão Independente, foi adiado e só será realizado em janeiro do ano que vem. O confronto entre os torcedores ocorreu dentro e fora do Mineirão no dia 1º de dezembro. Na ocasião, o Cruzeiro enfrentou o Bahia, em jogo que marcou a entrega da taça ao campeão brasileiro, mas terminou com um desfecho trágico.

Torcedores organizados do clube se enfrentaram do lado de fora do Mineirão, protagonizando cenas de selvageria e vandalismo nos arredores do estádio. O conflito acabou por cancelar a festa anunciada pelo clube, que pretendia comemorar com shows e trio elétrico o tricampeonato nacional.

MAIS:
> Cruzeiro proíbe organizadas de usar marca do clube nas camisas
> Diretoria celeste entra de férias e contratações cessam no fim do ano

O julgamento poderá punir o clube com a perda de um até dez mandos de campo, além de uma multa que varia de R$100 a R$100 mil. Vale lembrar que o clube mineiro já havia sido punido com a perda de dois mandos de campo por conta do confronto entre duas torcidas organizadas (Máfia Azul e Pavilhão Independente) no clássico de outubro, contra o Atlético-MG, no Independência.