icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/03/2014
14:40

Expulso pelo árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza no clássico contra o São Paulo, que terminou empatado em 0 a 0 no último dia 23, o técnico Oswaldo de Oliveira foi julgado na noite desta segunda-feira pelo TJD-SP. Novamente na posição de réu, o treinador do Santos foi absolvido, mas desta vez levou uma advertência pela segunda expulsão só nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista. Pela reincidência, o treinador pode pegar gancho pesado da próxima vez em que for aos tribunais.

Oswaldo já havia sido expulso no dia 1º de fevereiro, quando o Santos goleou o Botafogo de Ribeirão Preto por 5 a 1, na Vila Belmiro. Julgado semanas depois, e também podendo pegar até seis jogos de suspensão, o comandante foi absolvido.

Recentemente, o treinador completou dois meses de trabalho pelo Santos, mostrando um estilo particular de trabalho e demonstrando impaciência diversas vezes. Sua equipe, no entanto, vive momento positivo: foram dez vitórias, dois empates e apenas uma derrota no Campeonato Paulista. O Santos já está classificado para as quartas de final do torneio e garantido como primeiro lugar do Grupo C.