icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/11/2014
14:46

O Corinthians pode voltar à mira do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A invasão de um cachorro no gramado da Arena durante o primeiro tempo do duelo entre Timão e Coritiba, no último sábado, foi relatada pelo árbitro Jean Pierre Goncalves Lima (RS) na súmula da partida.

Segundo o juiz aspirante à Fifa, a entrada do cão no campo paralisou o jogo por dois minutos. Se enquadrado no Artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o Timão pode levar multas de R$ 200 a R$ 2.000, por conta de atraso. Tal artigo trata de atraso do início da realização da partida, ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida.

"Informo que aos 16 minutos do primeiro tempo, a partida ficou paralisada por 2 minutos devido a entrada de cachorro no campo de jogo", escreveu o árbitro.

Na semana passada, a procuradoria do STJD* denunciou o Timão por conta de bexigas no gramado da Arena Amazônia durante partida disputada contra o Botafogo, no dia 11 de outubro. O árbitro André Luiz de Freitas Castro (GO) relatara na súmula atraso devido aos balões supostamente soltos pela torcida do Corinthians.

ATRASO DO COXA

Jogadores do Coritiba atrasaram cerca de um minuto seu retorno do vestiário da Arena Corinthians para o início do segundo tempo. A demora dos atletas alviverdes também foi relatada por Jean Pierre na súmula da partida. Vale lembrar que, no intervalo, a equipe paranaense vencia o duelo por 2 a 0. Se enquadrado pelo STJD, o Coxa poderá receber multa de R$ 100 a R$ 1.000.

* A procuradoria do STJD não atendeu a reportagem do L!Net até o momento da publicação deste texto.

(Foto: Reginaldo Castro / LANCE!Press)