icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese e Maurício Oliveira
17/03/2014
15:56

O juiz Gilberto Azevedo Morais Costa, da 17ª Vara do Fórum Criminal da Barra Funda, rejeitou na tarde desta segunda-feira a denúncia feita pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), braço do Ministério Público, e expediu alvará de soltura para os três presos acusados de invadirem o CT do Corinthians, no dia 1° de fevereiro.

São beneficiados pela decisão do juiz os torcedores Tiago Aurelio dos Santos Ferreira, que também esteve preso em Oruro (BOL) no ano passado, Gabriel Monteiro de Campos e Tarcísio Baselli Diniz, além de Fernando Wilson de Carvalho, vulgo “Suíça”, que tinha mandado de prisão emitido e que estava foragido.

– O juiz está indo ao presídio onde eles estão presos para entregar o alvará de soltura porque as denúncias foram todas rejeitadas. Se não houver recurso da promotoria, o caso será arquivado – afirmou Armando Luiz Babone, advogado de um dos presos.

O Gaeco denunciou os torcedores nos artigos 288 (Associarem-se três ou mais pessoas, para o fim específico de cometer crimes), 146 (Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, ou depois de lhe haver reduzido, por qualquer outro meio, a capacidade de resistência, a não fazer o que a lei permite, ou a fazer o que ela não manda) e 163 (Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia). Todas elas foram rejeitadas.

Procurado pela reportagem do L!Net, o Ministério Público diz que vai recorrer da decisão.