icons.title signature.placeholder DIEGO LIMA
17/02/2015
20:46

Após realizar dois períodos de treinamentos com a seleção de Judô, um na cidade austríaca em Mittersill e outro em Saquarema, o judoca brasileiro Marcelo Contini, que disputa as suas lutas na categoria 73kg, viajou nesta terça-feira para a disputa da etapa de Dusseldorf, na Alemanha, do Grand Prix.

Contini considera este torneio, que será realizado entre os dias 20 e 22, como peça-chave para o seu sucesso durante toda a temporada

- Eu chego pra essa competição muito preparado, pois me esforcei demais dos treinamentos após as férias que fizemos na Aústria e no Brasil. Tudo porque ele definirá muita coisa na minha categoria. caso eu consiga um bom resultado, abrirei portas para o Pan-Americano, e consequentemente, a vaga ao Mundial.

Marcelo Contini, que trava disputa acirrada com Alex Pombo na categoria 73kg, defenderá o Brasil no GP de Dusseldorf  (Foto: Divulgação)

Hoje, para garantir a única vaga em aberto na sua categoria, o atleta do Pinheiros tem uma disputa acirrada com Alex Pombo. Neste momento, Pombo é o 19° do mundo. Contini é o núimero 23. Por isso, um bom resultado no GP de Dusseldorf poderá fazer o atleta superar o rival na classificação.

- Estou no meu auge e sei que posso lutar pelo pódio. Minha categoria é bem equilibrada, têm alguns favoritos a medalha de ouro, o Japão tem três caras muito fortes, como o atual campeão do mundo (Riki Nakaya), a Geórgia também virá com força - declarou.

E MAIS:
> Sara Errani bate Teliana Pereira na rodada de abertura do Rio Open
> Shakthar empata o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões

As vagas do Pan e do Mundial em 2015 não são os únicos focos de Contini. No começo de 2016, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) irá definir a equipe que representará o país nos Jogos Olímpicos, isto feito, os judocas convocados para o Rio, iniciarão uma espécie de treinamento específico, visando uma melhor performance e bons resultados em todas as categorias da modalidade. É tudo o que o atleta do Pinheiros sonha.

- Lutar em casa deve ser uma coisa espetacular, quero isso.


Carreira


Nascido em Peruíbe, litoral sul de São Paulo, Marcelo Contini começou cedo no judô, aos 4 anos, com grande influência de seu irmão mais velho. Aos 6, ganhou seu primeiro torneio em sua cidade natal, com 16 anos, veio para São Paulo e em 2005, venceu o primeiro título internacional no juvenil.


Principais Títulos


Marcelo Contini detêm três grandes conquistas, todas em Grand Slam. A primeira, em 2012, no Rio de Janeiro, onde foi ouro. No ano de 2013, chegou ao bronze no Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, numa luta vencida no último segundo de combate. E a terceira, no ano passado, na edição de Tyumen, na Rússia, quando o paulista estava mal ranqueado, e 'sob pressão', conseguiu corresponder além das expectativas conquistando a medalha de prata, no melhor desempenho da seleção brasileira em um Grand Slam.