icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/06/2014
17:30

Depois de conquistar três medalhas no primeiro dia do Grand Prix de Havana, em Cuba, o judô brasileiro passou em branco no último sábado. Ao todo, cinco brasileiros que entraram em ação. Marcelo Contini (-73kg) e Victor Penalber (-81kg) terminam em quinto lugar, depois de perderem a luta que valia o bronze. Já Leandro Cunha caiu nas quartas de final. Além deles, Katherine Campos(63kg) e Bárbara Timo (70kg) perderam na primeira luta e ficaram sem medalhas.

Maior esperança do país, Victor Penalber venceu o cubano Jorge Martinez e o georgiano Ushangi Margiani nas eliminatórias e avançou à semifinal. Porém, o atleta não conseguiu superar o americano Travis Stevens e foi para a repescagem em busca do bronze. Penalber foi derrotado pelo russo Murat Khabachirov.

Já Marcelo levou a melhor contra o georgiano Lasha Shavdatuashvili, mas acabou não passando pelo cubano Magdiel Estrada. Ele ganhou a oportunidade de buscar a medalha de bronze e, na primeira luta da repescagem, bateu o cubano Cristian Recio. Após um confronto duro na decisão do bronze, porém, o peso leve perdeu para o georgiano Nugzari Tatalashvili e terminou em quinto.

Leandro, que fez sua estreia na categoria leve, lutou quatro vezes. Ele passou por Randish Hernandez, de Cuba, e Kiyoshi Uematsu, da Espanha, mas acabou perdendo para o georgiano Nugzari Tatalashvili e seguiu para repescagem, na qual foi derrotado pelo russo Musa Mogushkov. Com isso, terminou a disputa em sétimo.

A competição termina neste domingo, e o Brasil tem esperanças de mais quatro medalhas. Ainda lutariam Tiago Camilo (-90kg), Renan Nunes e Hugo Pessanha (-100kg) e Walter Santos (+100kg).