icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/07/2013
15:22

As meninas do judô brasileiro brilharam no Mundial Militar, em Astana, no Cazaquistão. No combate por equipes, que marcou o primeiro dia de disputas, o Brasil venceu Itália por 5 a 0, Cazaquistão pelo mesmo placar e China por 4 a 1, na decisão, para ficar com a medalha de ouro.

- Estou muito feliz por subir no lugar mais alto do pódio representando as Forças Armadas e, acima de tudo, o meu país. Nossa equipe estava muito preparada e concentrada para enfrentar as chinesas. Acredito que esse foi um bom primeiro passo e que, com mais confiança depois dessa conquistas, buscaremos muitas outras medalhas - disse Maria Portela, que é até da categoria até 70kg e compõe a Seleção ao lado de Sarah Menezes (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Flávia Gomes (57kg), Mariana Barros (63kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

Já a equipe masculina ficou com a medalha de prata por equipes. Eles venceram a Alemanha por 5 a 0 e a Polônia por 3 a 2 para alacançar a final. Na briga pelo ouro, porém, não foram páreos para os sul-coreanos e perderam por 4 a 1.

- Chegar ao pódio em um campeonato com um nível técnico alto como esse, lutando contra atletas bastante experientes é sempre muito bacana. Lógico que queríamos o ouro mas por detalhes acabamos com a segunda colocação - disse Luciano Correa, que é da categoria até 100kg e compõe a delegação brazuca ao lado de Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Alex Pombo (73kg), Victor Penalber (81kg), Eduardo Santos (90kg) e Walter Santos (+100kg).

O sorteio das chaves individuais acontece nesta terça-feira. Os duelos começam nesta quarta, com as categorias ligeiro e meio-leve.

As meninas do judô brasileiro brilharam no Mundial Militar, em Astana, no Cazaquistão. No combate por equipes, que marcou o primeiro dia de disputas, o Brasil venceu Itália por 5 a 0, Cazaquistão pelo mesmo placar e China por 4 a 1, na decisão, para ficar com a medalha de ouro.

- Estou muito feliz por subir no lugar mais alto do pódio representando as Forças Armadas e, acima de tudo, o meu país. Nossa equipe estava muito preparada e concentrada para enfrentar as chinesas. Acredito que esse foi um bom primeiro passo e que, com mais confiança depois dessa conquistas, buscaremos muitas outras medalhas - disse Maria Portela, que é até da categoria até 70kg e compõe a Seleção ao lado de Sarah Menezes (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Flávia Gomes (57kg), Mariana Barros (63kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

Já a equipe masculina ficou com a medalha de prata por equipes. Eles venceram a Alemanha por 5 a 0 e a Polônia por 3 a 2 para alacançar a final. Na briga pelo ouro, porém, não foram páreos para os sul-coreanos e perderam por 4 a 1.

- Chegar ao pódio em um campeonato com um nível técnico alto como esse, lutando contra atletas bastante experientes é sempre muito bacana. Lógico que queríamos o ouro mas por detalhes acabamos com a segunda colocação - disse Luciano Correa, que é da categoria até 100kg e compõe a delegação brazuca ao lado de Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Alex Pombo (73kg), Victor Penalber (81kg), Eduardo Santos (90kg) e Walter Santos (+100kg).

O sorteio das chaves individuais acontece nesta terça-feira. Os duelos começam nesta quarta, com as categorias ligeiro e meio-leve.