icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
15:09

O Fluminense tem buscado expandir a marca internacionalmente. Além da excursão dos profissionais para um período de treinos em Orlando, nos Estados Unidos, a molecada de Xerém tem viajado frequentemente para disputar torneios ao redor do mundo. E se tem alguém que pode falar sobre todas essas viagens, esse alguém é o volante Marlon, que participou de todas as excursões, inclusive com o grupo profissional.

- Está sendo maravilhoso. Logo no início do ano, tive a oportunidade de ser campeão do mundo no Catar. Enfrentamos grandes equipes do mundo inteiro em todas as competições que disputamos. É uma experiência muito grande. Sem dúvidas, pude melhorar o meu futebol – destacou Marlon, ao site oficial do clube.

E MAIS
>Atacante Marcelinho é apresentado no Fluminense: 'Imenso orgulho'
>Torcida do Fluminense teve que improvisar após veto a mosaico
>Dirigentes explicam situação de Samuel e garantem Abel Braga no Flu

No clube, é normal que o técnico Abel Braga chame os garotos da base para treinar junto com os profissionais e nesta terça-feira, o treinador realizou um coletivo com os reservas e utilizou vários jovens da base, dentre eles Marlon, que falou sobre o aprenzidado que teve com os profissionais durante a viagem aos Estados Unidos.

- Eu digo que estava verde e voltei maduro dos Estados Unidos. Treinar com os profissionais é diferente. Recebi conselhos do Felipe, do Deco, do Edinho, do Carlinhos, do Leandro Euzébio… Isso me amadureceu muito. Tenho conseguido colocar isso em prática em campo - disse.

E Marlon vai carimbar o passaporte novamente. O volante está relacionado para a disputa dos torneios Hausen e Oberndorf, na Alemanha, entre os dias 27 de julho e 4 de agosto.

O Fluminense tem buscado expandir a marca internacionalmente. Além da excursão dos profissionais para um período de treinos em Orlando, nos Estados Unidos, a molecada de Xerém tem viajado frequentemente para disputar torneios ao redor do mundo. E se tem alguém que pode falar sobre todas essas viagens, esse alguém é o volante Marlon, que participou de todas as excursões, inclusive com o grupo profissional.

- Está sendo maravilhoso. Logo no início do ano, tive a oportunidade de ser campeão do mundo no Catar. Enfrentamos grandes equipes do mundo inteiro em todas as competições que disputamos. É uma experiência muito grande. Sem dúvidas, pude melhorar o meu futebol – destacou Marlon, ao site oficial do clube.

E MAIS
>Atacante Marcelinho é apresentado no Fluminense: 'Imenso orgulho'
>Torcida do Fluminense teve que improvisar após veto a mosaico
>Dirigentes explicam situação de Samuel e garantem Abel Braga no Flu

No clube, é normal que o técnico Abel Braga chame os garotos da base para treinar junto com os profissionais e nesta terça-feira, o treinador realizou um coletivo com os reservas e utilizou vários jovens da base, dentre eles Marlon, que falou sobre o aprenzidado que teve com os profissionais durante a viagem aos Estados Unidos.

- Eu digo que estava verde e voltei maduro dos Estados Unidos. Treinar com os profissionais é diferente. Recebi conselhos do Felipe, do Deco, do Edinho, do Carlinhos, do Leandro Euzébio… Isso me amadureceu muito. Tenho conseguido colocar isso em prática em campo - disse.

E Marlon vai carimbar o passaporte novamente. O volante está relacionado para a disputa dos torneios Hausen e Oberndorf, na Alemanha, entre os dias 27 de julho e 4 de agosto.