icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/07/2013
23:52

Apesar de sofrido, o Internacional conseguiu virar sobre o América-MG na noite desta quarta-feira, no Estádio Centenário, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, e vai com um 3 a 1 como vantagem para o jogo de volta, na próxima semana. A curiosidade ficou por conta de Maurides, que marcou o último gol da vitória colorada, aos 43 minutos, e teve uma entorse no joelho direito na comemoração, ao dar um salto mortal. D'Alessandro e Diego Forlán fizeram os outros gols alvirrubros. O Coelho abriu o placar com Rodriguinho.

A próxima partida entre as equipes acontece na próxima quarta-feira, no Independência. O Colorado tem a vantagem de perder por 1 a 0 na casa dos mineiros.

COELHO MELHOR

No duelo entre Série B e Série A, a segunda divisão levou a melhor - ao menos, no primeiro tempo. O América-MG atuou melhor que o Internacional, que ficou engessado na marcação dos mineiros. O Coelho não se intimidou com os nomes colorados e saiu para jogar dentro do Centenário. Levou mais perigo ao gol de Muriel no primeiro tempo todo que o Colorado ao de Matheus.

Com um meio-campo quase todo reserva - Josimar e Jackson formaram a dupla de volantes, já que Airton e Willians ficaram de fora -, o Inter teve em D'Alessandro sua principal figura. Dátolo, ao seu lado, foi discreto - e nem tem titularidade confirmada, já que Dunga preferiu improvisar Fabrício, hoje suspenso, no Brasileirão.

Enquanto os mineiros estavam constantemente no campo ofensivo, seja com cruzamentos ou com chutes de longe, o Inter até rondava a área, mas não finalizava no gol de Matheus. A jogada mais perigosa aconteceu aos 35 minutos, em cruzamento de Rafael Moura que chegaria em Forlán na pequena área, não fosse intervenção de Danilo. Antes, Jaílton já havia feito Muriel fazer defesa difícil aos oito.

A vantagem de desempenho no América virou gol aos 40 minutos, quando Rodriguinho recebeu passe no meio, passou por Juan, que perdeu a dividida, e arrematou da entrada da área, de perna esquerda para inaugurar o placar.

INTER VAI PARA CIMA

Dunga voltou do intervalo com mais um atacante: Jorge Henrique entrou na vaga de Jackson. E o Inter melhorou. Embora só tenha dado chute no gol do América aos 15 minutos, teve mais volume de jogo com a presença de um jogador ofensivo. Rafael Moura abriu uma série de ataques colorados que se transformou em uma virada relâmpago.

O centroavante, de carrinho, completou cruzamento de Kleber e obrigou Matheus a fazer milagre aos 16. Um minuto depois, Índio cabeceou para fora. Na sequência, o zagueiro-artilheiro ajeitou para o meio e Juan completou para nova defesa do goleiro mineiro. O camisa 3 voltou a participar do ataque no lance que Jaílton colocou a mão na bola e deu pênalti ao Colorado. D'Alessandro converteu aos 20 minutos para empatar.

Quatro minutos depois, a virada. Diego Forlán completou chute de primeira. A bola ia passar pela área de maneira despretensiosa, mas Leandro Silva se meteu na trajetória e tocou contra o próprio gol. Virada vermelha no Centenário.

Após os gols, o Inter manteve a postura ofensiva. Dátolo quase marcou na casa dos trinta minutos, mas Matheus evitou o terceiro colorado. Por outro lado, sofreu com as investidas de Tiago Alves nas costas de Gabriel. Foram duas finalizações que assustaram Muriel.

A vantagem definitiva colorada veio nos últimos minutos. Maurides se antecipou ao goleiro Matheus e completou cruzamento de D'Alessandro aos 43 minutos. O centroavante, em um pulo mortal na comemoração, machucou a perna direita e deixou o Inter com um a menos até os momentos finais.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Francisco Stédile (Centenário), Caxias do Sul (RS)
Data/hora: 10/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Josué Gilberto Lamim (SC)
Público total: 4.138
Renda: R$ 59.680,00
Cartões amarelos: Josimar, Juan (INT) Jaílton, Leandro Ferreira (AME)

Gols: Rodriguinho - 40'/1ºT (0-1), D'Alessandro - 20'/2ºT (1-1), Diego Forlán - 24'/2ºT (2-1), Maurides - 43'/2ºT (3-1)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Jackson (Jorge Henrique - intervalo), Josimar, Dátolo e D'Alessandro; Rafael Moura (Mike - 28'/2ºT) e Forlán (Maurides - 35'/2ºT) – Técnico: Dunga.

AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Jailton, Vitor Hugo e Danilo; Claudinei, Andrei Girotto, Doriva (Leandro Ferreira - 6'/1ºT), Rodriguinho e Willians (Kaio - 39'/2ºT); Nikão (Tiago Alves - 18'/2ºT) – Técnico: Paulo Comelli.

Apesar de sofrido, o Internacional conseguiu virar sobre o América-MG na noite desta quarta-feira, no Estádio Centenário, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, e vai com um 3 a 1 como vantagem para o jogo de volta, na próxima semana. A curiosidade ficou por conta de Maurides, que marcou o último gol da vitória colorada, aos 43 minutos, e teve uma entorse no joelho direito na comemoração, ao dar um salto mortal. D'Alessandro e Diego Forlán fizeram os outros gols alvirrubros. O Coelho abriu o placar com Rodriguinho.

A próxima partida entre as equipes acontece na próxima quarta-feira, no Independência. O Colorado tem a vantagem de perder por 1 a 0 na casa dos mineiros.

COELHO MELHOR

No duelo entre Série B e Série A, a segunda divisão levou a melhor - ao menos, no primeiro tempo. O América-MG atuou melhor que o Internacional, que ficou engessado na marcação dos mineiros. O Coelho não se intimidou com os nomes colorados e saiu para jogar dentro do Centenário. Levou mais perigo ao gol de Muriel no primeiro tempo todo que o Colorado ao de Matheus.

Com um meio-campo quase todo reserva - Josimar e Jackson formaram a dupla de volantes, já que Airton e Willians ficaram de fora -, o Inter teve em D'Alessandro sua principal figura. Dátolo, ao seu lado, foi discreto - e nem tem titularidade confirmada, já que Dunga preferiu improvisar Fabrício, hoje suspenso, no Brasileirão.

Enquanto os mineiros estavam constantemente no campo ofensivo, seja com cruzamentos ou com chutes de longe, o Inter até rondava a área, mas não finalizava no gol de Matheus. A jogada mais perigosa aconteceu aos 35 minutos, em cruzamento de Rafael Moura que chegaria em Forlán na pequena área, não fosse intervenção de Danilo. Antes, Jaílton já havia feito Muriel fazer defesa difícil aos oito.

A vantagem de desempenho no América virou gol aos 40 minutos, quando Rodriguinho recebeu passe no meio, passou por Juan, que perdeu a dividida, e arrematou da entrada da área, de perna esquerda para inaugurar o placar.

INTER VAI PARA CIMA

Dunga voltou do intervalo com mais um atacante: Jorge Henrique entrou na vaga de Jackson. E o Inter melhorou. Embora só tenha dado chute no gol do América aos 15 minutos, teve mais volume de jogo com a presença de um jogador ofensivo. Rafael Moura abriu uma série de ataques colorados que se transformou em uma virada relâmpago.

O centroavante, de carrinho, completou cruzamento de Kleber e obrigou Matheus a fazer milagre aos 16. Um minuto depois, Índio cabeceou para fora. Na sequência, o zagueiro-artilheiro ajeitou para o meio e Juan completou para nova defesa do goleiro mineiro. O camisa 3 voltou a participar do ataque no lance que Jaílton colocou a mão na bola e deu pênalti ao Colorado. D'Alessandro converteu aos 20 minutos para empatar.

Quatro minutos depois, a virada. Diego Forlán completou chute de primeira. A bola ia passar pela área de maneira despretensiosa, mas Leandro Silva se meteu na trajetória e tocou contra o próprio gol. Virada vermelha no Centenário.

Após os gols, o Inter manteve a postura ofensiva. Dátolo quase marcou na casa dos trinta minutos, mas Matheus evitou o terceiro colorado. Por outro lado, sofreu com as investidas de Tiago Alves nas costas de Gabriel. Foram duas finalizações que assustaram Muriel.

A vantagem definitiva colorada veio nos últimos minutos. Maurides se antecipou ao goleiro Matheus e completou cruzamento de D'Alessandro aos 43 minutos. O centroavante, em um pulo mortal na comemoração, machucou a perna direita e deixou o Inter com um a menos até os momentos finais.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Francisco Stédile (Centenário), Caxias do Sul (RS)
Data/hora: 10/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Josué Gilberto Lamim (SC)
Público total: 4.138
Renda: R$ 59.680,00
Cartões amarelos: Josimar, Juan (INT) Jaílton, Leandro Ferreira (AME)

Gols: Rodriguinho - 40'/1ºT (0-1), D'Alessandro - 20'/2ºT (1-1), Diego Forlán - 24'/2ºT (2-1), Maurides - 43'/2ºT (3-1)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Jackson (Jorge Henrique - intervalo), Josimar, Dátolo e D'Alessandro; Rafael Moura (Mike - 28'/2ºT) e Forlán (Maurides - 35'/2ºT) – Técnico: Dunga.

AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Jailton, Vitor Hugo e Danilo; Claudinei, Andrei Girotto, Doriva (Leandro Ferreira - 6'/1ºT), Rodriguinho e Willians (Kaio - 39'/2ºT); Nikão (Tiago Alves - 18'/2ºT) – Técnico: Paulo Comelli.