icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/04/2014
16:13

Com apenas 19 anos, o atacante Erik tem conquistado a confiança da torcida do Goiás. Contra o Goianésia, por exemplo, ele participou diretamente dos três gols da vitória esmeraldina, marcou um e deu assistências para os outros dois. E embora só tenha começado a se firmar no time agora, ele já é pedido pelos alviverdes no equipe principal desde a Copa São Paulo de 2013.

Entretanto, Erik não teve muitas chances com o então técnico do Verdão, Enderson Moreira. Já com Claudinei tem sido diferente, e o jogador comemora a confiança que vem conquistando com o atual treinador, que tem dado bastante liberdade para ele.

- Eu não gosto muito de falar, respeito muito o professor Enderson, um grande treinador, aprendi muito com ele, mas a chegada do professor Claudinei foi muito boa para os garotos. Ele dá oportunidade e a gente tem que saber aproveitar da melhor maneira possível. As coisas acontecem tudo no tempo certo, elas nunca acontecem quando não devem acontecer. Eu aprendi muito com aquilo - disse.

O Goiás tem jogado de forma diferente da que vinha sendo apresentada, sem centroavante fixo e com a equipe se movimentando mais, e esse pode ser um dos motivos para a boa fase do atleta, que se adapta bem a esse estilo. Erik acredita que a semifinal do Goiano contra o Azulão tenha sido a melhor dele com a camisa do Verdão.

- Joguei os dois tempos, até o fim, e me senti muito à vontade, muito tranquilo e feliz por todo o time. Aos poucos a gente vai adquirindo a confiança com os trabalhos, com os treinamentos. A mudança tática foi muito importante pra mim, pro Araújo, pro Wellinton Junior, pro Rychelly também, e a gente acaba ficando mais à vontade, já que a gente joga mais aberto, isso ajudou também.