icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2013
21:09

Com experiência de já ter conquistado um Mundial de Clubes - São Paulo, 2005 - o volante Josué disse que há uma diferença de ritmo entre o Bayern de Munique e o Atlético-MG para o Mundial, que será no Marrocos. Enquanto o time europeu chega na metade da temporada, o Galo já viveu muitas emoções durante o ano inteiro.

- São situações semelhantes, coisas boas no futebol, vou citar algumas coisas que são fundamentais. Muito se fala do Bayern, ele vem no meio da temporada, no ápice, diferente do Atlético que está no final da temporada - disse Josué.

Sobre as lesões dos jogadores importantes para o Mundial, o volante destacou que é um ponto preocupante, mas que o elenco precisa pensar em treinar. Ou seja, não é a hora de descansar:

- Muitos se falam em preparação, risco de lesão que pode acontecer, as lesões acontecem mais durante treinamento do que nos jogos. A gente precisa de uma preparação bacana, não temos privilégio de poupar jogadores. Não dá para o Cuca pensar em dar descanso de quatro, cinco dias de folga para a gente, não seria o ideal. Quanto mais a gente treinar e trabalhar será melhor para o time.