icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/04/2014
15:51

Josimar fez apenas três jogos pelo Palmeiras e tem chance de voltar ao banco com a recuperação de Wesley, mas ainda assim não se considera um reserva. Titular na estreia do time no Campeonato Brasileiro, contra o Criciúma, por conta das dores musculares do camisa 11, o jogador alega que pode jogar ao lado do "rival", não sendo apenas uma opção imediata quando o meio-campista estiver fora.

- Não me vejo como um reserva imediato dele. Eu posso jogar de primeiro ou segundo volante, o que o Gilson (Kleina) preferir, estou pronto para jogar. O Wesley pode ser também um terceiro homem de meio, depende do técnico. Não me vejo como reserva - explicou o jogador.

- O campeonato é longo, e tem de ter um grupo de qualidade. Quando precisar de um time mais ofensivo, tem o Wesley, e se precisar dar um pouco mais de contenção, tem eu, ou França, Eguren. Espero uma sequência maior agora, mas se tiver de ficar no banco, respeitarei - completou.

Aos 27 anos de idade e contratado no início da temporada após passagem pelo Internacional, o camisa 15 foi perguntado sobre a diferença deste grupo para os outros que já trabalhou. A resposta: a vontade de vencer títulos.

- Este é um grupo muito novo, que está crescendo, e precisa de um título. O grupo está com uma gana de vencer muito grande, é algo especial estar neste grupo. Eu também preciso de um título de expressão, e este grupo para mim é essencial - encerrou.

A caminhada do Verdão no Brasileiro começou com a vitória por 2 a 1 sobre o Criciúma, no Heriberto Hulse. O time volta a campo no sábado, às 21h, para enfrentar o Fluminense, no Pacaembu.