icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/02/2015
23:59

O São José derrotou o Sport Recife, nesta quinta-feira, por 66 a 57 (30 a 31 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Marcelino Lopes (Ilha do Retiro), em Recife (PE), pela sétima semana da Liga de Basquete Feminino.

O jogo ficou equilibrado até o terceiro quarto, com as duas equipes se alternando no comando do marcador – 14 a 19 (primeiro), 16 a 12 (segundo) e 15 a 15 (terceiro). Nos dez minutos finais, o time joseense aproveitou um momento de desacerto do adversário para abrir vantagem e garantir o resultado positivo (21 a 13).

Os principais nomes da partida foram as norte-americanas Brandie Baker (20 pontos, sete rebotes e quatro assistências) e Toluwani Omotola (12 pontos e 13 rebotes – double-double), pelo time pernambucano; a cubana Plutin Tizon (14 pontos, 10 rebotes e duas assistências – double-double), Isabela Ramona (14 pontos, cinco rebotes e uma assistência) e Karina Jacob (12 pontos, 13 rebotes e uma assistência – double-double), pela equipe paulista.

Para o técnico Carlos Lima, do representante de São José dos Campos, a mudança da postura defensiva, a partir do terceiro quarto, foi determinante para a conquista do resultado positivo.

- Este foi um jogo muito difícil e o Sport Recife valorizou muito a nossa vitória. Começamos um pouco apáticos, mas a mudança na postura defensiva, a partir do terceiro quarto, foi determinante para que vencêssemos. - relata o treinador.

- Defendendo melhor e com mais eficiência, o nosso ataque pôde funcionar de forma mais tranquilidade. - acrescentou Lima.

Com a vitória, o São José chegou aos 21 pontos, em 12 jogos realizados (nove vitórias e três derrotas), aparecendo na segunda colocação na classificação geral. Já o Sport Recife ocupa o quinto lugar, somando 17 pontos, com as mesmas 12 partidas disputadas (cinco vitórias e sete derrotas).

A competição prossegue nesta sexta-feira, com a partida isolada entre Maranhão Basquete e Brasília, às 21h, no ginásio Castelinho, em São Luís (MA), dando sequencia à sétima semana.