icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
15:43

Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo", a reforma do Autódromo de Interlagos sairá pelo valor de R$ 160,8 milhões. A prefeitura da cidade de São Paulo abriu concorrência para duas empresas, sendo que o custo ficará divido em R$ 148,9 milhões para trocas de posição nos boxes e reformas na pista e R$ 11,9 milhões para a remodelação das arquibancadas.

A medida foi tomada após o chefe geral da Fórmula 1, Bernie Eclestone dizer que o Autódromo de Interlagos era o pior dos circuitos da Fórmula 1 e corria o risco de sair do calendário da modalidade.

A Reta Oposta será estendida em 15 metros pois abrigará a nova largada da prova, assim como a Curva do Lago também deverá passar por alterações já que a primeira curva do circuito deve ficar a 250 metros da linha de largada.

Na mesma Reta Oposta ficarão os novos boxes, em um prédio de três andares. Assim como será construído um novo edifício de apoio onde também ficará o pódio para as premiações.

Espera-se que aproximadamente R$ 250 milhões sejam movimentados no final de semana do GP Brasil de Fórmula 1.

Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo", a reforma do Autódromo de Interlagos sairá pelo valor de R$ 160,8 milhões. A prefeitura da cidade de São Paulo abriu concorrência para duas empresas, sendo que o custo ficará divido em R$ 148,9 milhões para trocas de posição nos boxes e reformas na pista e R$ 11,9 milhões para a remodelação das arquibancadas.

A medida foi tomada após o chefe geral da Fórmula 1, Bernie Eclestone dizer que o Autódromo de Interlagos era o pior dos circuitos da Fórmula 1 e corria o risco de sair do calendário da modalidade.

A Reta Oposta será estendida em 15 metros pois abrigará a nova largada da prova, assim como a Curva do Lago também deverá passar por alterações já que a primeira curva do circuito deve ficar a 250 metros da linha de largada.

Na mesma Reta Oposta ficarão os novos boxes, em um prédio de três andares. Assim como será construído um novo edifício de apoio onde também ficará o pódio para as premiações.

Espera-se que aproximadamente R$ 250 milhões sejam movimentados no final de semana do GP Brasil de Fórmula 1.