icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
09/06/2014
07:55

Contratado sob grande expectativa ainda em dezembro do ano passado, o meia Jorge Wagner começou 2014 como uma das maiores referências do renovado time do Botafogo. No entanto, com a chegada do técnico Vagner Mancini, em abril, logo após a eliminação dos alvinegros da disputa da Copa Libertadores e do Carioca, o camisa 10, de 35 anos perdeu o lugar na equipe titular alvinegra.

Na opinião de Jorge, um dos principais fatores para a sequência de atuações ruins foi um problema pessoal. Dias antes da partida decisiva com o San Lorenzo, na Argentina, pela Libertadores, a esposa do atleta teve complicações no parto, tendo de ficar alguns dias internada. O fato mexeu com o apoiador, que mesmo assim viajou com a delegação para Buenos Aires, sendo titular na derrota por 3 a 0. Agora, porém, o meio-campista diz que os problemas foram superados e ele está pronto para recuperar o espaço no time.

- Eu já admiti em algumas entrevistas que meu rendimento está aquém do que esperam de mim e do que eu posso render. Tenho certeza de que as coisas vão melhorar e poderei mostrar o meu valor. Foi assim em todos os clubes que passei e não será diferente no Botafogo. Espero corresponder no segundo semestre tudo que esperam de mim - disse Jorge, com exclusividade ao LANCE!Net.

Até o momento, Jorge Wagner realizou 20 partidas pelo Botafogo e marcou três gols. Para a sequência da temporada, além de recuperar o espaço, o meia acredita que o time poderá render mais do que o apresentado até o momento.

- Nossa meta é tirar o time desta situação, ali perto da zona de rebaixamento. Acredito que possamos buscar uma posição mais em cima na tabela. Temos elenco para isto.