icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2014
17:00

Em março de 2011, Jon Jones começou a escrever sua história de reinado na categoria dos meio-pesados, quando faturou o cinturão da categoria sobre Mauricio Shogun. Recentemente o campeão relembrou deste combate e o ensinamento que ele lhe trouxe.

Em coletiva de imprensa de divulgação do calendário do Ultimate para 2015, "Bones" afirmou que jamais levaria o cinturão para sua luta, por isso dar um ânimo a mais para o adversário, relembrando o que Murilo Ninja fez no córner da peleja do seu irmão.

- Nunca levaria o meu cinturão para o corner da luta. Lembro que quando encarei o Shogun, o irmão dele levou o cinturão para lá e pude vê-lo. Isso na hora me deu um estimulo a mais e me fez lembrar de tudo que faria para conquistá-lo. Quando vi o cinturão, lembrei o motivo que estava ali - afirmou.

No dia 3 de janeiro de 2015, Jon Jones defende mais uma vez o cinturão da divisão, quando encara Daniel Cormier, em Las Vegas (EUA), no UFC 182. Essa será a oitava defesa de título do americano.