icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
13:59

Uma coletiva realizada na tarde desta terça-feira reuniu as duas estrelas principais do UFC 165, que acontece no dia 21 de setembro, em Toronto, Canadá. Jon Jones e Alexander Gustafsson falaram sobre suas expectativas para a disputa do cinturão meio-pesado da organização e comentaram também o assunto que sacudiu o mundo das lutas no último sábado: a derrota de Anderson Silva para Chris Weidman.

Jon Jones falou sobre suas impressões com a vitória de Weidman e, mais do que isso, declarou sua opinião em relação a polêmica postura de Anderson durante a disputa de cinturão contra o americano.

- Minha reação ao ver Anderson perdendo foi : "Que m...!" É difícil ver um grande campeão caindo daquele jeito. Acho que Anderson é magnífico. Tem um dom extraordinário. Mas, ele abusou de seus dons e desrespeitou seu oponente.  Os deuses da guerra fizeram ele pagar por aquilo. De algum jeito, ele perdeu a noção das coisas, e isso custou caro. Mas ele ainda é o melhor Anderson Silva que posso imaginar - declarou o campeão dos meio-pesados.

Ainda sobre a queda do reino do lutador brasileiro, Jones afirmou que jamais lutaria de guarda baixa e que o que aconteceu com Anderson serve mais do que uma lição para si: serve como uma motivação também.

- Colocar as mãos para baixo como Anderson fez contra Weidman foi algo que eu jamais faria em uma luta. Me motiva ver alguém que sempre admirei perdendo. É um choque de realidade. Ver o sonho de Chris Weidman se tornando realidade me motiva a continuar derrubando sonhos - afirmou o dono do título.

O UFC 165 acontece no dia 21 de setembro de contará também com Renan Barão defendendo o título dos galos do evento diante de Eddie Wineland.

Uma coletiva realizada na tarde desta terça-feira reuniu as duas estrelas principais do UFC 165, que acontece no dia 21 de setembro, em Toronto, Canadá. Jon Jones e Alexander Gustafsson falaram sobre suas expectativas para a disputa do cinturão meio-pesado da organização e comentaram também o assunto que sacudiu o mundo das lutas no último sábado: a derrota de Anderson Silva para Chris Weidman.

Jon Jones falou sobre suas impressões com a vitória de Weidman e, mais do que isso, declarou sua opinião em relação a polêmica postura de Anderson durante a disputa de cinturão contra o americano.

- Minha reação ao ver Anderson perdendo foi : "Que m...!" É difícil ver um grande campeão caindo daquele jeito. Acho que Anderson é magnífico. Tem um dom extraordinário. Mas, ele abusou de seus dons e desrespeitou seu oponente.  Os deuses da guerra fizeram ele pagar por aquilo. De algum jeito, ele perdeu a noção das coisas, e isso custou caro. Mas ele ainda é o melhor Anderson Silva que posso imaginar - declarou o campeão dos meio-pesados.

Ainda sobre a queda do reino do lutador brasileiro, Jones afirmou que jamais lutaria de guarda baixa e que o que aconteceu com Anderson serve mais do que uma lição para si: serve como uma motivação também.

- Colocar as mãos para baixo como Anderson fez contra Weidman foi algo que eu jamais faria em uma luta. Me motiva ver alguém que sempre admirei perdendo. É um choque de realidade. Ver o sonho de Chris Weidman se tornando realidade me motiva a continuar derrubando sonhos - afirmou o dono do título.

O UFC 165 acontece no dia 21 de setembro de contará também com Renan Barão defendendo o título dos galos do evento diante de Eddie Wineland.