icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
20:53

Na tarde deste domingo o Figueirense entrou em campo buscando retomar a liderança do quadrangular final, enquanto o Joinville buscava a primeira vitória para encostar nos líderes e manter as chances de classificação.

Já sabendo da vitória do Criciúma por quatro a zero em cima do Metropolitano, o Figueira foi a campo disposto a somar os três pontos e reassumir a liderança.


O JOGO

Com o Orlando Scarpelli lotado o Figueirense foi para cima do Joinville logo no início do jogo. Com a marcação forte a partir da intermediária o time do JEC atraía o time do Figueira e saia rápido nos contra ataques.

A tática do técnico Hemerson Maria não demorou para colher seus frutos. Num contra-ataque fulminante o Joinville aproveitou a velocidade pelas laterais para pegar a zaga do figueira fora de posição.

O atacante do JEC Edigar Junio começou a jogada e saiu em velocidade até chegar na cara do gol. A finalização não foi boa, mas o suficiente para vencer o goleiro Tiago Volpi.

O Figueirense tinha a posse da bola e dominava as ações no meio campo, mas errava o último passe e não chegava ao empate. Aproveitando as falhas do Figueira o time de Joinville criava as chances no contra-ataque.

Em virtude da importância da partida, aos trinta minutos de jogo uma falta ríspida gerou uma grande confusão e discussão entre os jogadores. Na confusão o árbitro mandou dois jogadores para o chuveiro mais cedo, Marquinhos do Figueira e Juliano do JEC foram expulsos.

Após a expulsão dos jogadores, os preparadores físicos continuaram a discussão fora de campo e tambêm foram para o vestiário. Devido a atuação confusa do árbitro o time do Figueirense perdeu a cabeça e Ricardo Bueno acabou expulso após reclamar sem razão com o juiz.


SEGUNDO TEMPO

Na volta para o segundo tempo o Figueirense fez substituições para tentar reverter o placar mesmo com um jogador a menos que o JEC. Já o Joinville começou tocando a bola com paciência explorando os espaços deixados pela zaga do Figueira.

Aos dez minutos boa chance do JEC, contra-ataque rápido com Jael, que ganha de dois zagueiros do Figueirense, mas bate sem equilíbrio e a bola sai a direita do gol do Figueirense.

Quando o jogo já parecia esfriar, mais uma expulsão colocou fogo na partida. Em bela jogada na linha de fundo Everton Santos é derrubado por Hygor, que recebe o segundo amarelo e tambêm é expulso. Com os dois times com nove jogadores os ataques ganharam espaço e o jogo ficou emocionante.

Em mais um contra-ataque do JEC a zaga do Figueira foi envolvida pela bela jogada do Wellington Saci que chutou forte e acertou as duas traves. No rebote o atacante Jael não deu chances ao goleiro Volpi e aumentou o placar.

Já no fim do jogo o atacante Clayton diminuiu para o Figueira. Mas apesar da pressão final da torcida o jogo terminou com a vitória do JEC.

Com o fim da quarta rodada o Criciúma é líder do quadrangular final com sete pontos. O JEC assumiu a segunda posição com seis pontos. Enquanto o Figueirense está em terceiro com cinco pontos, o Metropolitano é lanterna com dois empates mas ainda tem chances de classificação para a final.


Veja os jogos da quarta rodada do Campeonato Catarinense: Quadrangular Final
16/3 - Domingo

Metropolitano 0 x 4 Criciúma - Estádio do SESI
Figueirense 0 x 1 Joinville - Estádio Orlando Scarpelli


Veja os jogos da quarta rodada do Campeonato Catarinense: Hexagonal do Rebaixamento
16/3 - Domingo

Chapecoense 2 x 1 Marcílio Dias - Arena Condá
Juventus-SC 3 x 1 Atlético Ibirama - Estádio João Marcatto
Brusque 1 x 1 Avaí - Estádio Augusto Bauer