icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
24/02/2015
10:00

O jogo-treino entre Palmeiras e Portuguesa, nesta segunda-feira, na Academia de Futebol, foi especial para o lateral-esquerdo Mateus Muller. Uma das maiores apostas da base do clube alviverde, o jogador de 19 anos voltou a sentir o gostinho de jogar futebol depois de quase sete meses em recuperação de uma fratura por stress no pé esquerdo, que resultou em duas cirurgias, uma em julho de 2014 e outra em novembro.

- Falta um pouco de ritmo, estou voltando aos poucos. A parte técnica ainda está faltando e a parte física, para chegar ao fundo, está difícil. Preferi ficar mais tranquilo atrás, marcando. Quando tiver mais confiança, vou sair mais - analisou o jovem, em entrevista ao LANCE!Net.

- É um pouco dolorido ver todo mundo jogando e não jogar, mas acontece, a gente está correndo o risco. Graças a Deus, já voltei. Agora é trabalhar para ficar à disposição do Oswaldo

Mateus Muller havia acabado de ser promovido por Ricardo Gareca quando sentiu a lesão. Por isso, nunca jogou na equipe profissional do Palmeiras. Agora, está treinando com o elenco mesmo sem ter contrato assinado.

Mateus Muller mostra a cicatriz das cirurgias no pé esquerdo (FOTO: Fellipe Lucena)

O lateral estava emprestado pelo Desportivo Brasil até 27 de janeiro. Ele já tem acordo com o Palmeiras, mas as partes ainda resolvem os últimos detalhes antes da assinatura do novo vínculo, que terá três anos de duração. Mesmo sem o contrato formalizado, o Verdão vai remunerá-lo já de acordo com o novo compromisso.

- Está tudo certo, só falta assinar. É um alívio. Eu queria ficar, o grupo está bom, estamos montando um time forte. Creio que teremos muitos títulos neste ano - disse o atleta.

Presença constante na seleção sub-20 antes da lesão, Mateus tem recebido propostas desde o ano passado. Ele ficou próximo de ser emprestado ao Fluminense pouco antes da primeira cirurgia no pé, e agora há clubes dispostos a contar com ele para os Estaduais. Mas a intenção do lateral, neste momento, é entrar em forma para brigar por posição com Zé Roberto, Victor Luis e João Paulo.