icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira e Thiago Correia
09/03/2014
08:34

O Porto entra em campo neste domingo pelo Campeonato Português contra o Arouca, na tentativa de tirar nove pontos do líder Benfica, mas segue pensando no futuro. Há cerca de um mês o jovem brasileiro Elvis, que acabou de completar 18 anos, está treinando na equipe sub-19 do Dragão. Cobiçado por grandes clubes como Flamengo e Palmeiras, o meia está emprestado pelo Desportivo Brasil por um ano e meio, e o clube português tem opção de compra.

Trata-se da continuidade de um projeto antigo do Porto. O clube já tem o hábito de contratar promessas, terminar a formação, e lançar aos poucos no time B e no principal. O caso de sucesso mais recente é James Rodríguez, que depois foi vendido ao Monaco por 45 milhões (R$ 146 milhões).

- O Porto é muito conhecido pelo seu trabalho de revelar vários jogadores, então acho que esse tipo de trabalho é muito importante para mim no momento - disse o jogador em entrevista ao LANCE!Net:

- Essa é uma forma de trabalhar do clube e tem dado muito certo, então acho que eles tem toda uma forma de preparar o atleta para esse tipo de situação.

O Dragão não é uma novidade para Elvis. Ele já fez alguns testes lá no ano passado. Exatamente por isso, e pelo tempo que está longe de casa e da família, acredita que vai se adaptar tranquilamente. Elvis acredita que apesar dos 18 anos, já tem uma certa experiência.

- Acho que a adaptação vai ser rápida, devido ao tempo que tive lá no ano passado e me senti muito confortável com o grupo e com o clube

Por enquanto, algumas questões burocráticas impedem Elvis de jogar no futebol profissional, logo não vai defender nem o Porto B por enquanto, e tem treinado e feito amistosos com o sub-19.

Elvis fica primeiro durante 18 meses, e depois o Porto pode optar pela sua compra (Foto: Divulgação)

DIFERENÇAS
O time principal do Porto conta hoje com oito brasileiros. Sendo que um deles pode até ser exemplo para Elvis: Kelvin. Ex-Paraná, o jovem também foi o time B, e no ano passado começou a ganhar espaço, e fez um histórico gol em cima do Benfica, que deu o título do Campeonato Português ao Dragão. A joia até já projeta a rivalidade com o Encarnado

- Estilo São Paulo e Corinthians, dois times muito conhecidos mundialmente e com ótimos jogadores, espero que eu possa fazer parte desse clássico e ajudar o Porto - disse Elvis, que também prevê diferenças com o Brasil dentro de campo:

- Mais força física, eles gostam um pouco mais do contato, mas acho que com pouco tempo de adaptação eu já consigo me acostumar com isso.

Elvis surgiu no Desportivo Brasil (Foto: Divulgação)

BATE-BOLA
Elvis, meia do Porto
Tem como definir a felicidade de jogar em um grande time da Europa?
Poder jogar na eu Europa é um sonho que Deus está realizando na minha vida. E jogar em um clube enorme como é o Porto me deixa ainda mais empolgado. Acho que pra esse meu início de carreira nao haveria clube melhor para começar.

Está preparado para, aos 17 anos, ficar longe de família e amigos? Acha que vai conseguir se adaptar?
Sei que sou um pouco novo ainda, mas acho que nisso posso falar que já tenho uma certa experiência. Já estou longe de casa há praticamente seis anos, então acho que isso nao será um grande problema.

Vai chegar para o time B? Como vai ser o esquema?
Eu ainda não posso atuar em um jogo oficial por causa de algumas documentações, só poderei atuar depois de julho. Então me apresentei ao time sub 19 em dia 3 de fevereiro e ficarei apenas treinando com eles até ser regularizado.

O que espera nestes 18 meses? Qual o maior objetivo e qual o maior desafio?
Eu espero poder conseguir fazer uma ótima temporada ajudando o Porto no que ele precisar. Meu maior objetivo é alcançar o profissional e firmar um contrato maior com o clube. Acho que nao vou ter um desafio maior que os outros. Acredito que todos os meus desafios lá terão a mesma importância.

Já conhece a cidade? O que deve ser mais difícil na adaptação fora de campo?
Conheço bem pouco, quando estive lá eu visitei alguns lugares, mas ainda preciso conhecer um pouco mais. Acho que vai ser me acostumar com o modo de falar deles, porque mesmo sendo usado a língua portuguesa, eles falam bem mais rápido do que nós estamos acostumados, mas com o tempo eu acho que já consigo acostumar com isso.

COM A PALAVRA
Vinícius Marques, da Magnitude Sports e empresário de Elvis
É sempre complicado levar algum jogador brasileiro para um grande clube europeu, mas junto com o nosso bom relacionamento com o clube, o Elvis também facilitou muito as coisas. Ele fez um bom período de testes no clube, e acabamos recebendo uma excelente proposta por ele. Esperamos primeiro que ele tenha uma rápida adaptação ao clube, e que possa mostrar todo seu futebol, fazendo assim com que o clube opte por comprá-lo em definitivo. Conhecendo bem o Elvis tenho certeza que ele irá vencer na Europa. É um atleta muito focado que sabe aonde quer chegar.

TRAJETÓRIA ATÉ CHEGAR NO PORTO
SÃO PAULO
Com 13 anos, chegou a passar pelas categorias de base do São Pulo, mas não prolongou muito.

DESPORTIVO BRASIL
Chegou ao clube da Traffic e se destacou durante três anos, até com convocações para a Seleção Brasileira Sub-17. Pelo Desportivo Brasil, ganhou a Milk Cup, na Grã-Bretanha e o Campeonato Paulista Sub-15 de 2011.