icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2014
16:14

O assunto doping tem movimentado algumas confusões no mundo do MMA. Desde que o TRT (Terapia de Reposição de Testosterone) foi banido do esporte, em fevereiro, algumas comissões adotaram a medida de fazerem antidoping's surpresa em atletas e o resultado foi o flagra de alguns nomes como Chael Sonnen e Ali Bagautinov. Bagautinov foi flagrado sob o uso de EPO (para aumento de resistência) em exame feito antes da disputa de cinturão contra o campeão dos moscas Demetrious Johnson, em junho. E é exatamente o dono do título até 56,7kg que tem uma opinião polêmica sobre o assunto.

Em entrevista ao site MMA Fighting, Demetrious afirmou não se incomodar com a possibilidade de seus adversário o enfrentarem dopados. Segundo ele, o importante é treinar para enfrentar qualquer adversário em qualquer condição.

- Não me importa se meus adversários estão trapaceando ou não. Treino diariamente para lutar contra o cara que colocarem na minha frente. Com ou sem esteróides. Quero jogar em um terreno nivelado, mas se eles sabiam sobre isso de antemão e não fizeram nada para parar, eu estava cuidado dos meus negócios. Não é grande coisa - avaliou Johnson.

O retorno de Demetrious Johnson ao Ultimate acontece no dia 30 de agosto, pelo UFC 177, em Sacramento. O americano defende seu cinturão contra Chris Cariaso em duelo que antece a disputa de título dos galos entre TJ Dillashaw e Renan Barão. Será a quinta defesa de cinturão consecutiva de Johnson.