icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
13/02/2015
02:19

Pela Copa do Nordeste, o Sampaio Corrêa obteve um excelente resultado em Sergipe. O time perdia por 2 a 0 para o Socorrense até os 43 minutos do segundo tempo e ainda assim conseguiu arrancar um empate heróico graças a dois gols de Robert, um deles num pênalti que ele mesmo cavou.  Mas o fato mais marcante foi a presença da torcida. Ou melhor, a não presença. Apenas 27 torcedores compareceram ao Estádio Presidente Médici, em Itabaiana, gerando uma renda de R$ 540.

Motivos não faltaram para o estádio vazio. O jogo quase foi realizado com os portões fechados, pois o laudo do Corpo de Bombeiros acabou sendo entregue com atraso e a CBF chegou a proibir a venda de ingressos, só liberando poucas horas antes do início da partida. Além disso, o duelo estava programado para 21h45 de uma quinta-feira à noite, às vésperas do Carvnaval. Para completar, o Socorrense não é de Itabaiana, e sim de Nossa Senhora do Socorro. Como seu estádio tem apenas 3 mil lugares, o time precisa mandar seus jogos pela Copa do Nordeste longe de casa.

E MAIS:
> Estudiantes está na fase de grupos da Libertadores
> Libertadores: Palestinmo perde. Mas avança para a fase de grupos

- Só o Itabaiana, que é o time grande e tradicional da cidade, leva algum público ao Presidente Médici. Desta vez nem o pessoal do Socorrense apareceu. Tem time que vem aqui e não coloca 50 - disse Roberto Carioca, comentarista da Rádio Capital do Agreste, quando tomou conhecimento do público, após o fim da partida.

Em campo, apesar do estádio às moscas, o jogo foi bom. O Socorrense saiu na frente com um gol de Juninho no primeiro tempo. O mesmo Juninho ampliou na etapa final. Com a desvantagem no placar, o técnico do Sampaio Corrêa, Oliveira Canindé, resolveu fechar a defesa para evitar a goleada colocando dois volantes. Curiosamente, isso arrumou o time, que equilibrou o jogo. Nos minutos finais o Sampaio conseguiu um empate milagroso, que também contou com a ajudinha da arbitragem: aos 43, o juiz baiano  Lucio José de Araújo marcou pênalti num lance em que o atacante Robert cavou a falta. O mesmo Robert bateu e diminuiu. Aos 47, Robert apareceu bem colocado para receber a bola e concluir empatando a partida.
Com o resultado, o Sampaio lidera o Grupo B com quatro pontos. O Socorrense tem dois, ao lado do Coruripe. O favorito Sport é o lanter com um ponto.

Campinense desperdiça pênalti e fica no 0 a 0

Em outro jogo pela Copa do Nordeste que terminou no início da madrugada desta sexta-feira, o Campinense não saiu o 0 a 0 com o Globo, do Rio Grande do Norte. E o Campinense teve muito o que lamentar. Jogou com um a mais boa parte do tempo, desperdiçou um pênalti, com Reginaldo, perdeu pelo menos outras quatro grandes chances, numa delas Negretti perdeu na pequena área sem goleiro.

- Estava debaixo do gol, tentei desviar de cabeça, a bola era rápida e não deu - analisou Negretti.

- Todo profissional perde pênalti. Paciência. Mas o nosso grupo está embolado. Se vencermos o CRB na próxima rodada, estaremos bem novamente - disse Reginaldo.

O Campinense tem um ponto e está na lanterna do Grupo E, que é liderado pelo Bahia, com quatro pontos. CRB e Globo têm dois.