icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
20:40

Em uma partida frenética, com seis gols, o Santos empatou com o Rio Claro por 3 a 3, no interior, e viu o Palmeiras terminar como a melhor equipe na classificação geral do Paulistão. Com isso, a equipe de Oswaldo de Oliveira precisará vencer o clássico contra o Verdão, domingo, na Vila Belmrio, para encerrar a fase classificatória em primeiro. Os três gols alvinegros foram marcados pelo trio artilheiro da equipe no certame: Geuvânio, Gabriel e Cícero. 

O Santos demorou para impor seu domínio na partida. Até Geuvânio marcar o primeiro gol, aos 21 minutos do primeiro tempo, o Rio Claro teve algumas oportunidades para atacar. O gol do Peixe nasceu de uma boa jogada de Leandro Damião, e de um forte chute de Geuvânio. Mas a contribuição maior foi do goleiro Cleber, que espalmou para dentro da própria meta.

A partir daí, o Santos pouco atacou, e viu o Rio Claro crescer no jogo. Desde que Gabriel entrou na equipe, e Cícero virou segundo volante, o Alvinegro perdeu poder de marcação no meio-campo. Foi justamente nesse setor que os donos da casa encontraram espaço para criar. Por duas vezes o goleiro Vladimir foi surpreendido com chutes de longe, e com enfiadas de bola. Mas foi bom com bola parada que o Rio Claro empatou, e Renan Guedes marcou em cobrança de escanteio.

Nos primeiros minutos do segundo tempo, as chances foram todas do Rio Claro, mas foi o Santos quem marcou, com Gabriel, de cabeça. Com tranquilidade no placar, o Alvinegro deixou os donos da casa saírem para o jogo, e serem facilmente dominados. Com a entrada de Alison no lugar de Leandro Damião, já na metade do segundo tempo, a equipe se do Santos recuou ainda mais.

Depois da virada do Rio Claro, aos 25 minutos da segunda etapa, o Peixe teve que buscar o empate. Cícero passou a atuar mais adiantado, mas foi de cabeça que ele empatou a partida. Assim a partida seguiu até o final, com poucas chances para os dois lados.

Agora, o elenco terá uma semana para se preparar para o clássico, em que jogará pela vitória, enquanto para o Palmeiras, o empate será o suficiente para se manter na liderança geral do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA:
RIO CLARO 3X3 SANTOS

Estádio: Augusto Schimidt
Data/hora: 16/3/2014 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marcio Luiz Augusto, Fabio Rogério Baesteiro

Renda/público: R$ 247.780,00 / 8.757
Cartões amarelos: Nando Carandina, Robson (RCL); Cicinho, David Braz, Stéfano Yuri (SAN)
GOLS: 21'/1ºT, Geuvânio (0-1); 42'/1ºT, Renan Diniz (1-1); 6'/2ºT, Gabriel (1-2); 24'/2ºT Renan Diniz (2-2); 26'/2ºT Léo Costa (3-2); 29'/2ºT Cícero (3-3)

RIO CLARO: Cléber; Carlinhos, Marllon, Renan Diniz e Henrique; Nando Carandina, Patrik Silva, Léo Costa e Rafel Costa; Robson (Wendell, 19'/1ºT) (Alex Afonso, 18'/2ºT) e André Luiz; TEC: Fajel Júnior

SANTOS: Vladimir; Cicinho, David Braz, Jubal e Emerson; Arouca, Cícero e Gabriel (Alison, 23'/2ºT); Rildo (Diego Cardoso, 39'/2ºT), Geuvânio e Damião (Stéfano Yuri, 31'/2ºT); TEC: Oswaldo de Oliveira