icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2014
18:45

Depois de finalizar a semana de treinos no Taquaral, o Vôlei Brasil Kirin está preparado para o próximo compromisso na Superliga Masculina. O adversário da vez será o São José dos Campos e a partida acontece amanhã (29), às 19 horas, no Vale do Paraíba, pela oitava rodada da competição.


Único atleta do elenco que está no projeto desde o início, em 2010, o meio de rede Gustavão destaca a importância de outra vitória fora de casa para colar ainda mais no líder Sada Cruzeiro (21 pontos) e revela meta pessoal nesta Superliga.


"O grupo está forte e estamos trabalhando diariamente para conseguirmos manter o time na cola do Cruzeiro. Esse ano o objetivo é chegar à final da Superliga e conquistar o título, eu e a equipe devemos isso a nossa torcida, que nos inspira a cada jogo", afirmou o central de 2,14 m, um dos destaques do Vôlei Brasil Kirin.


A equipe, comandada pelo técnico Alexandre Stanzioni, já enfrentou os joseenses duas vezes nessa temporada e venceu as partidas por 3-0 na Copa São Paulo e 3-1 no Campeonato Paulista.

E MAIS:
> Pela Superliga, São José Vôlei recebe o Brasil Kirin neste sábado

Apesar do retrospecto positivo, esta será a primeira vez que o time irá enfrentar o São José fora de casa, já que nas duas outras oportunidades os jogos aconteceram no Ginásio do Taquaral.


"A promessa é de um jogo difícil porque eles vão estar motivados para melhorar no campeonato e principalmente por jogar em casa. Temos que ter todo o cuidado porque nosso objetivo é a vitória para estar entre os primeiros colocados", avaliou o treinador Stanzioni.


O Vôlei Brasil Kirin atualmente é o vice-líder da Superliga Masculina, com 19 pontos, e o melhor time da competição em três dos seis fundamentos: bloqueio, saque e defesa. Já o São José somou apenas um ponto até agora e é o penúltimo colocado na tabela.


A equipe viaja pela manhã e segue diretamente para o treino no Ginásio Tênis Clube, onde acontece a partida de logo mais, para realizar um treinamento técnico. A partir de então, os atletas permanecem concentrados até o início da partida.