icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
13/11/2014
10:36

A vitória por 2 a 0 do Atlético-MG sobre o Cruzeiro registrou alguns incidentes no entorno do Independência. De acordo com a Polícia Militar, oito pessoas foram detidas na primeira partida da final da Copa do Brasil - a maioria, por utilizar a camisa da facção organizada Galoucura.

Ao lado das cruzeirenses Máfia Azul, Pavilhão e Independente, a organizada do Galo está banida temporariamente dos estádios e de seus arredores por seis meses, após os incidentes ocorridos na partida entre Cruzeiro e Atlético, em 21 de setembro. Porém, de acordo com a PM, houve dois casos de prisão decorrentes da Galoucura. Três torcedores foram detidos às 19h20, no Horto. À 0h57, outros três atleticanos trajando a camisa da facção foram detidos.

Nos demais casos, um homem foi preso por desacato à autoridade e outro foi detido portando um foguete e cinco bombas de garrafão. As oito pessoas foram encaminhadas à Delegacia Especial de Eventos, na qual a Polícia Civil atende ocorrências de uma partida. Também houve registro de cinco furtos.