icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
29/11/2014
15:25

Sesi-SP e Minas Tênis Clube (MG) entraram em quadra, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), neste sábado, como quarto e quinto colocados na Superliga masculina de vôlei 14/15. O equilíbrio já previsto se confirmou e o time mineiro venceu apenas no tie break, por 3 sets a 2 (24/26, 25/23, 25/21, 18/25 e 15/12), em 2h25 de jogo.

O cubano do Minas, Escobar, foi um dos destaques do seu time. O oposto marcou 27 pontos, saiu de quadra como maior pontuador e, ainda, com o Troféu VivaVôlei em mãos, já que foi eleito o melhor da partida.

O Sesi-SP volta à quadra pela Superliga na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Brasil Kirin (SP), em Campinas (SP). Já o Minas voltará a Belo Horizonte (MG) para receber o líder da competição, Sada Cruzeiro (MG), também na quarta, às 21h30.

O JOGO

O cubano Escobar abriu o placar da partida a favor do Minas. O Sesi-SP, então, pontuou e, no bloqueio de Lucão, fez 5/3. E, no bloqueio de Otávio, o jogo ficou empatado em 7 pontos. O jogo seguiu equilibrado. O time da casa abriu dois de vantagem em 13/11. O Minas buscou e mais uma vez no bloqueio de Otávio o jogo ficou empatado em 13/13. Foi com mais um ponto de bloqueio, dessa vez com Bruno Canuto, que o time mineiro fez 17/17. No lance seguinte, com Theo, o Sesi-SP colocou um na frente. A parcial seguiu disputada ponto a ponto (21/20). Com bom saque de Otávio, o placar ficou igual em 23/23. No bloqueio de Theo, o Sesi-SP fechou em 26/24.

O segundo set começou com o mesmo ritmo. As equipes estiveram empatadas em 4/4 logo no começo. Em bonito ataque de Lucão, o Sesi-SP assumiu o comando do marcador. No erro de saque do time paulista, o Minas conseguiu o empate em 9/9 e a disputa se manteve equilibrada. Após bom saque de Everaldo, o time mineiro conseguiu abrir dois de vantagem em 17/15 e, na sequência, com bloqueio de Flavio, 18/15. Com o central Lucão pontuando bem, o Sesi-SP encostou em 21/20. Mas, o Minas seguiu melhor e fechou em 25/23.

Assim como as anteriores, a terceira parcial também começou bem disputada. No ataque de Lucarelli, o Sesi-SP fez 5/4 e, na jogada seguinte, o cubano Escobar deixou tudo igual: 5/5. Contando com erros do adversário, o time mineiro abriu três (11/8) e o técnico Marcos Pacheco pediu tempo. A vantagem do Minas seguiu em três pontos: 16/13. Com Escobar explorando o bloqueio adversário, a equipe de elo Horizonte fez 21/17. Para fechar, o Minas contou com mais um erro do Sesi-SP e fez 25/21.

Com três mudanças na formação e disposto a mudar a história do jogo, o Sesi-SP entrou melhor no quarto set, fazendo 4/1. Com o levantador Thiaguinho, o oposto Rafael e o ponteiro Mão em quadra, o time paulista abriu 6/2, e o técnico do Minas pediu tempo. O Sesi-SP seguiu no comando do placar e colocou o dobro de pontos em 14/7. O time da casa dominou o set e, no bloqueio de Maurício, fez 20/12. Depois, fechou em 25/18.

O set decisivo começou com equilíbrio. O Sesi-SP esteve na frente, mas, na bola de segunda de Everaldo, o Minas deixou tuto igual: 5/5. Na virada de quadra, o cubano Escobar colocou o time mineiro com um ponto de vantagem (8/7). No ace de Maurício, o Sesi-SP voltou a assumir o placar em 9/8. Nery Tambeiro pediu tempo. Um novo empate em 10 pontos deixou a reta final do jogo ainda mais equilibrado. Após bom saque de Escobar, João pontuou e o Minas abriu 12/10. Na sequência, o time mineiro fechou com Bruno Canuto: 15/12.