icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2014
20:08

A derrota de 3 a 0  para o Fluminense não vai ter um efeito negativo no elenco do Atlético-PR. Ao menos, no discurso. Após uma fraca atuação em casa, os jogadores e o técnico Doriva assumiram o mesmo discurso nas entrevistas coletivas. O treinador, já pensando no próximo confronto, quer que os erros cometidos na partida deste domingo não se repitam.

- Hoje, não conseguimos repetir as atuações que tivemos nos dois últimos jogos. Não conseguimos impor nossa maneira de marcar, com força e pressionando. Temos que tirar muitas lições. Vamos enfrentar adversários qualificados e temos que encontrar alternativas para enfrentar estes times mais fortes - disse o treinador.

Marcos Guilherme também falou em aprender com os erros cometidos na partida contra o Fluminense. Para o camisa 10 do Furacão, a vitória do adversário carioca foi merecida.

- Vamos ter muitas lições deste jogo. Sabemos que não atuamos bem. Hoje, infelizmente, não encaixamos o nosso jogo. O Fluminense foi merecedor do resultado - disse Marcos Guilherme.

O meio-campista também comentou a ausência do público na Arena da Baixada. O duelo contra o Tricolor carioca foi a segunda das quatro partidas que o clube vai atuar com portões fechados. A punição é em relação à briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013.

- Tanto pra incentivar, quanto para colocar pressão no adversário, a torcida é um ponto fundamental. Infelizmente, são mais dois jogos sem a torcida, mas vamos fazer de tudo para conquistar estes seis pontos ainda sem a presença do torcedor - concluiu.

O próximo desafio do Furacão será contra o Atlético-MG. No próximo domingo, os xarás se enfrentam no estádio Indepêndencia, em Minas Gerais, às 18h30, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.