icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
07/06/2014
16:54

O torcedor da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei se acostumou a ver uma equipe que ganhou tudo a partir de 2000, por isso, o mau momento da equipe chama a atenção, com quatro derrotas em seis jogos na Liga Mundial. A fase é tão ruim, que até os jogadores "desacreditam" no que está acontecendo.

- Cheguei aqui em 2008 e nunca vivenciei essa situação, é uma vitória só, muitas derrotas. Não sei nem o que... Nunca vivenciei isso, nem o Bernardo... Não estamos conseguindo jogar, está tudo difícil, complicado... Temos que treinar. Trabalhar para evoluir e chegar no jogo mais confiante - comentou um abatido Leandro Vissotto.

A derrota deste sábado, por 3 a 0 para o Irã, foi a primeira da equipe para o país asiático, além de sacramentar o pior início de Liga Mundial da Seleção nos últimos 24 anos.

- Estou aqui desde 2006, começamos uma nova geração em 2009, nunca tínhamos perdido tantas partidas assim... É um momento difícil, mas temos de estar preparados, a vida não é feita só de coisas boas - disse o levantador Bruninho.

Mas, ainda que a fase incomode e as derrotas não aumentem a confiança da Seleção Brasileira em quadra, os jogadores mantém um discurso otimista de que, com trabalho, a situação pode mudar.

- É uma coisa que incomoda muito e quanto mais jogos perdemos, mais pressão para vencermos vem. Mas a gente tem que saber que, com paciência, a gente vai conquistar de novo, porque o vôlei está no nosso sangue e na nossa veia - completou Lucão.